É oficial! Na reunião desta tarde em Alvalade, foi comunicado ao técnico a pretensão do Sporting de rescindir contrato, algo confirmado mais tarde através de comunicado no seu site oficial: "O Conselho de Administração da #Sporting Clube de Portugal, Futebol - SAD, informa que foi acionado o processo de rescisão do contrato de trabalho com o treinador Marco Silva invocando justa causa. Nesse sentido, foram dadas indicações expressas aos órgãos competentes para de imediato desenvolverem os necessários procedimentos, tendo hoje, Marco Silva sido informado desta decisão com efeitos imediatos".

Nos lados da Luz, explodiu como uma bomba no dia de ontem, a decisão de Jorge Jesus de trocar o #Benfica pelo Sporting. Luís Filipe Vieira pretendia manter o mesmo salário do treinador (com uma percentagem maior de contrapartidas por objetivos do que até aqui), mas exigia ao treinador bicampeão uma aposta mais efetiva nos jovens da formação encarnada, de forma a tentar evitar investimentos avultados como os praticados ultimamente.

Jorge Jesus rejeitou uma primeira proposta do presidente e, enquanto a SAD encarnada aguardava por uma contraproposta da sua parte, este foi seduzido por um projeto ambicioso do outro lado da segunda circular - prémio de assinatura de cinco milhões de euros e um ordenado de até seis milhões de euros - tudo financiado pela empresa Holdimo (algo negado esta tarde, em comunicado pelo Sporting), que detém 30% do capital da SAD sportinguista, da qual fazem parte Álvaro Sobrinho (associado ao escândalo BES e dono da Newshold), entre outros investidores de Angola e da Guiné Equatorial.

Se já era conhecida a simpatia de Jesus pelo Sporting (devido à carreira do seu pai, Virgolino, nos leões), era até ao início desta semana pouco provável esta troca, devido à relação de amizade e sintonia que coexistia entre presidente e treinador do Benfica e pelas poucas posses leoninas em investir somas tão avultadas num salário de um treinador (Marco Silva auferia perto de 400.000€ por ano).

Do lado do Benfica as reações não se fizeram esperar. Antes de haver comunicado oficial, João Gabriel, diretor de Comunicação do Benfica, usou a rede social Twitter para expressar o seu desagrado por tal traição por parte do então treinador do clube nos últimos seis anos: "Sou grato a Jesus! Para o ano vamos ter treinador comprometido com o Benfica e não apenas com o seu ego e conta bancária! #rumoao35. Sou grato a Jesus pela ingratidão que revelou. Mostrou que merecíamos mudar".

Entretanto, na tarde de hoje, 4 de Junho, Jorge Jesus e a sua equipa técnica já foram impedidos por responsáveis do Benfica de entrar nas instalações do clube no Seixal, e a foto na qual aparecia junto à equipa Bicampeã na Megastore no Estádio da Luz também já foi retirada nesta manhã. Espera-se portanto relações pouco amistosas entre os clubes nos próximos tempos (que já não eram muito amigáveis), com encontro já agendado para a Supertaça a 9 de Agosto no Estádio do Algarve. Será o primeiro embate entre Benfica e Jorge Jesus, em lados opostos da barricada.

Para concluir, o Benfica já confirmou à CMVM, que, devido às notícias que dão conta de Jorge Jesus estar perto de assinar por outro clube, a renovação já não irá acontecer, e neste momento a SAD está em conversações com potenciais candidatos ao cargo.

Rui Vitória do Vitória de Guimarães perfila-se como o preferido de Luís Filipe Vieira. Também entre direção e adeptos, Marco Silva é consensual, mas poderá demorar mais tempo a efetivar, devido ao processo que agora é movido entre treinador e Sporting.