A equipa do Futebol Clube do Porto prepara-se para perder o avançado colombiano Jackson Martínez. A garantia é dada pelo empresário do jogador, Luiz Henrique Pompeo, que diz, segundo o jornal O Jogo, que cabe a Jackson escolher o seu destino. "A última palavra será sempre do Jackson porque ele é que escolhe o seu futuro" atirou Pompeo. A sua saída porém não é uma novidade, visto que no universo portista já se sabia que o colombiano estaria a fazer a sua última temporada ao serviço dos dragões, depois de terem renovado contrato e se ter acordado reduzir o valor da cláusula de rescisão para facilitar a sua saída.

O empresário de "Cha Cha Cha", Luiz Henrique Pompeo, dá ainda total garantia que o Futebol Clube do Porto irá receber a totalidade da cláusula de rescisão fixada em 35 milhões de euros. O destino mais provável para o avançado colombiano será a Premier League, ao serviço do Arsenal. No entanto existem outros interessados, como é o caso do AC Milan, Valência e Atlético de Madrid.

Jackson Martínez fez, até ao momento, três temporadas de dragão ao peito. Em 2012/2013, época em que trocou o Jaguares do México pelo Futebol Clube do Porto, actuou em 43 jogos e apontou 31 golos. Na época seguinte, foi mais uma determinante no ataque portista e participou em 51 jogos, apontando 29 golos. Nesta última temporada, "Cha Cha Cha" actuou em 42 jogos e apontou 32 golos. O avançado colombiano, nas três épocas ao serviço do FC Porto, foi sempre o melhor marcador da Liga Portuguesa. Jackson conquistou, para além do título de melhor marcador nas três épocas, uma Liga Portuguesa e duas Supertaças Cândido de Oliveira. #F.C.Porto

Com a, muito provável, saída do avançado colombiano de 28 anos, o Futebol Clube do Porto já está no #Mercado de Transferências tendo em vista um potencial substituto. No plantel conta com Aboubakar e Gonçalo Paciência, mas parece que o FC Porto irá mesmo avançar para a contratação de outro avançado, sendo que nomes como Raul Jiménez e Guido Carrillo são nomes avançados pela imprensa desportiva portuguesa para colmatar a saída de Jackson.