O suposto negócio entre o Atlético de Madrid e o Futebol Clube do Porto, em torno do jogador colombiano, Jackson Martinez, a confirmar-se pelo valor da sua cláusula de rescisão, entrará para o livro dos recordes de compras do clube espanhol. Se o clube da cidade do Porto receber em troca do seu actual goleador e capitão os ambicionados 35 milhões de euros, não será apenas a 7ª venda mais milionária do clube, mas também o 2º jogador mais caro da história do clube da capital espanhola. Jackson só é batido pelo seu compatriota e ex-portista, Radamel "Falcão" Garcia, que custou aos cofres do Atlético a quantia de 40 milhões.

Aparentemente, o oficializar do negócio está dependente de meros detalhes. Segundo a comunicação social espanhola, o Atlético de Madrid terá comunicado ao FC Porto no final do passado domingo a sua intenção de bater a cláusula contratual do goleador colombiano, depois de ter convencido o jogador a mudar-se para Madrid. Neste momento, o Atlético pretenderá convencer os 'azuis e brancos' a aceitarem um pagamento em 'leves prestações' e ainda a possibilidade de baixarem o valor a pagar para 30 ou 32 milhões em troca do passe do seu guarda-redes Moyà.

Contudo, é ainda noticiado em Espanha que o FC Porto, apesar de sempre ter manifestado publicamente a sua intenção de apenas deixar sair Jackson pelo valor da sua cláusula de rescisão, estará receptivo a uma possível negociação de um valor ligeiramente a baixo dessa cláusula. Para tal acontecer, as negociações passaram por possíveis empréstimos ou trocas de passes de jogadores dos quadros dos colchoneros, com os dragões interessados em nomes como Óliver Torres, Manquillo, Raúl Jiménez ou Correa. Porém, a hipótese do jovem Óliver Torres regressar à Invicta por mais uma época (o maior desejo do treinador portista Lopetegui) estará já aparentemente excluída por parte de Diego Simeone, treinador do Atlético, que pretende contar com os serviços de umas das maiores esperanças do futebol espanhol.

Caso as negociações entre os dois clubes originem um impasse, o clube espanhol irá mesmo pagar ao FC Porto os 35 milhões de euros da cláusula de rescisão, pois os colchoneros pretendem oficializar a contratação de Jackson Martinez o mais rápido possível, até porque outros clubes como o Arsenal estão interessados nos jogador e poderão aproveitar para desviá-lo de Madrid.

Caso seja pago esse valor, os dragões juntam-no aos já ganhos já obtidos nos negócios com o Real Madrid de Danilo (31,5M €) e Casemiro (7,4M €), num total de 74 milhões de euros. Com estes três negócios, o clube liderado por Pinto da Costa distancia-se ainda mais do seus rivais do campeonato português, como o clube que maiores ganhos milionários regista neste mercado de transferência. Até ao momento, o Benfica somou oficialmente 30 milhões com as vendas ao Valencia de André Gomes (15 milhões) e João Cancelo (15 milhões). #F.C.Porto #Mercado de Transferências