O FC Porto continua em acção pelo médio ofensivo Lucas Lima. O craque brasileiro interessa aos "dragões", mas as negociações parecem cada vez mais difíceis. Depois de correr a notícia de que o médio de 24 anos estaria a caminho do FC Porto, o presidente do Santos confirmou a ruptura entre o atleta e o empresário e ainda a intenção do atleta em continuar no clube brasileiro. Para agravar a situação, o Santos já propôs uma renovação de contrato ao atleta, em que lhe promete aumentar o salário em 133%.

Muito se tem abordado o interesse do FC Porto pelo jovem do Santos e, até ao dia de hoje, parecia que o interesse era mútuo. No entanto, deu-se um forte revés nas negociações, com Lucas Lima a não suportar a pressão do empresário, Edson Khodor e a pôr um ponto final na relação.

Com este rompimento de acordo, ficaram sem efeito todas as negociações entre FC Porto e o atleta. Na imprensa brasileira, o jornal Terra informava que o Santos dera permissão ao atleta de formalizar as conversações com o FC Porto, no sentido de rumar ao campeonato português. O que não seria de esperar, quando já se especulava que o atleta estava na cidade Invicta, era este revés nas negociações.

O jornal O Jogo publica na edição desta quinta-feira a conversa com o presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, e é o próprio líder da equipa brasileira a garantir o impasse das negociações. Roma Júnior fala na pressão exercida pelo empresário no sentido de levar o jogador a transferir-se. "Não sei se forçaram para ele sair, mas muitas vezes o empresário quer forçar o lucro", declarou o presidente do Santos ao jornal O Jogo.

Cumprida a ruptura de ligação entre atleta e empresário, Lucas Lima já fez saber ao clube onde actua ao lado de Robinho que pretende continuar mais um ano. Para ajudar a esta decisão do atleta em prosseguir no campeonato brasileiro, está a renovação de contrato proposta pelo Santos. O clube ofereceu uma clara melhoria contratual, com o atleta a ver o salário aumentar de 43 mil euros mensais, para cem mil euros, segundo informações do jornal brasileiro Terra.

O presidente do Santos confirma, no entanto, as investidas do FC Porto, mas afirma que a vontade do atleta é permanecer no Santos. "Não me parece que seja possível negociar, quando o jogador não quer sair", disse Roma Júnior ao jornal O Jogo.

Com Edson Khodor fora da equação, será o pai de Lucas Lima a gerir este processo, que tem na Doyen uma parte (muito) interessada, uma vez que detém 80% do passe do jogador. #F.C.Porto #Mercado de Transferências