Resumo da partida.

Termina assim mais uma edição da #Liga dos Campeões. O Barcelona conquistou a edição de 2014/15, a sua quinta conquista nesta competição. A Juventus perde assim a oportunidade de conquistar pela terceira vez a competição e perde mais uma final, a sexta na sua história. A equipa de Luis Enrique entrou logo a ganhar na partida com um golo de Rakitic aos 4 minutos e teve as melhores ocasiões de golo na primeira parte. Aos 13 minutos, Daniel Alves poderia ter aumentado a vantagem mas Buffon fez provavelmente a defesa da noite. O guarda-redes Italiano foi novamente chamado a intervir aos 40 minutos a remate de Suárez que no minuto anterior tinha rematado a "tirar tinta" do poste da baliza da Juventus.

Na segunda parte o Barcelona voltou a carregar com Buffon a fazer mais uma grande defesa aos 49 minutos a remate de Suárez. Nos minutos 50 e 51, Suárez e Messi poderiam ter marcado mas remataram para fora. Contra a corrente do jogo, foi a Juventus que empatou a partida por intermédio de Morata aos 55 minutos que só teve que empurrar a bola para o fundo da baliza após defesa incompleta de ter Stegen. Com o empate, a Juventus cresceu no jogo e foi criando perigo para a baliza dos Catalães mas quando parecia que a equipa Italiana iria marcar o segundo golo, foi o Barcelona a marcar. Messi conseguiu arrancar uma excelente jogada individual correspondida com uma grande defesa de Buffon mas desta feita a bola foi parar aos pés de Suárez que não perdoou dando assim a vantagem no jogo à equipa Catalã. O Barcelona voltou a marcar aos 71 minutos mas o golo foi anulado a Neymar por ter tocado a bola com a mão. Pogba ainda teve uma boa oportunidade para marcar aos 79 minutos mas acabou por atirar por cima. Já em desespero, a Juventus descuidou totalmente a sua defesa e na última jogada do encontro, decorria já o sétimo minuto de compensação, Neymar faz o terceiro golo do Barcelona e confirma assim a vitória da sua equipa.

Quanto a dados estatísticos, os que mais se destacam são os seguintes:

· O Barcelona teve 69% de posse de bola contra 31% da Juventus.

· No total de remates a Juventus fez 14 remates contra 18 do Barcelona.

· No capítulo dos remates à baliza os dados foram mais equilibrados, 8 remates da Juventus contra 9 do Barcelona.

· Nesta final foram mostrados 3 cartões amarelos, 2 para jogadores da Juventus, 1 para jogadores do Barcelona.

Final da partida. Juventus, 1 - Barcelona, 3.

90+7' - GOLOOOO do Barcelona. Neymar completamente sozinho acaba com a partida a passe de Pedro Rodríguez.

90+5' - Substituição no Barcelona. Sai Suárez, entra Pedro Rodríguez.

90+2' - Remate de Tévez à figura de ter Stegen.

90+1' - Substituição no Barcelona. Sai Rakitic, entra Mathieu.

90' - Vão ser jogados mais cinco minutos de tempo de compensação.

90' - Grande defesa de ter Stegen a remate de Marchisio.

89' - Substituição na Juventus. Sai Evra, entra Coman.

87' - Pereyra em boa posição a passe de Llorente não consegue o remate à baliza de ter Stegen. Esteve aqui uma boa chance para o empate.

85' - Substituição na Juventus. Sai Morata, entra Llorente.

82' - Podia ter sido o 3º golo do Barcelona. Piqué em boa posição remata por cima da baliza de Buffon.

79' - Substituição na Juventus. Sai Vidal, entra Pereyra.

79' - Pogba com uma boa oportunidade para marcar mas a bola sai um pouco por cima da barra.

78' - Substituição no Barcelona. Sai Iniesta, entra Xavi.

77' - Messi bate um livre com a bola a sair muito torta para a baliza de Buffon.

75' - Podia ter sido o empate! A bola bate em Piqué e poderia ter entrado na baliza de ter Stegen.

71' - Golo anulado ao Barcelona! O árbitro de baliza anula o golo por mão de Neymar.

70' - Cartão amarelo para Suárez por falta sobre Bonucci.

68' - GOLOOOO do Barcelona. No melhor momento da Juventus no jogo! Messi consegue fazer uma grande jogada individual concluída com um remate que Buffon defende para o lado. Pleno de oportunidade, aparece Suárez a empurrar para o fundo da baliza.

65' - Grande tiro de Pogba para as mãos de ter Stegen. É a Juventus a crescer no jogo!

63' - Boa transição de ataque da Juventus concluída por Tévez com um remate por cima da baliza de ter Stegen.

57' - O Barcelona não aproveitou e a equipa Italiana acaba por chegar ao empate.

55' - GOLOOOO da Juventus. Morata a empurrar para o fundo da baliza após uma defesa para a frente de ter Stegen a remate de Tévez.

51' - É o Barcelona a carregar, mais um remate, agora de Messi, com a bola a passar por cima.

50' - Mais um remate de Suárez com a bola a passar ao lado.

49' - Contra-ataque perigoso do Barcelona, Suárez conclui com um remate forte mas Buffon faz mais uma grande defesa para canto.

Início da segunda parte. Sai o Barcelona com a bola.

As equipas reentram em campo! Tudo a postos para o início da segunda parte.

Resumo da primeira parte.

Uma Juventus que tenta responder com todas as suas armas ao Barcelona mas até agora têm sido os Catalães a controlar a partida. Um golo logo aos 4 minutos por intermédio de Rakitic deu ao Barcelona maior tranquilidade no jogo e os Catalães tiveram as melhores ocasiões da primeira parte, Buffon já evitou por duas vezes o segundo golo do Barça. A Juventus criou algum perigo mas nunca obrigou o guarda-redes ter Stegen a uma grande defesa. O domínio do Barcelona está visível na posse de bola, 67% contra 33%. Vamos aguardar pela segunda parte para ver como vai responder a Juventus a esta desvantagem.

Intervalo na partida. Juventus, 0 - Barcelona, 1.

44' - Buffon ficou agora mal na fotografia mas o ataque do Barcelona não aproveitou.

41' - Cartão amarelo para Pogba por falta sobre Messi.

40' - Mais uma vez Suárez a obrigar Buffon a uma grande defesa.

39' - Remate muito perigoso de Suárez, a bola "tirou tinta" do poste da baliza de Buffon.

35' - Os jogadores da Juventus pressionam o árbitro por uma falta sobre Pogba.

27' - Remate de Neymar para defesa fácil de Buffon.

25' - Remate forte de Marchisio com o lance a ser interrompido por falta de Morata.

24' - Morata remata em posição frontal de forma colocada mas a bola sai ao lado.

20' - Bom corte de Mascherano, se a bola passasse Tévez estava em boa posição para marcar.

18' - A Juventus tenta responder mas é o Barcelona que domina o jogo.

13' - Que grande defesa de Buffon! O guarda-redes Italiano pára o remate de Daniel Alves de forma fantástica.

13' - Cruzamento perigoso de Messi, Neymar chegou atrasado e não conseguiu desviar para a baliza.

11' - Cartão amarelo para Vidal por falta dura sobre Busquets.

9' - Neymar remata com força mas a bola sai por cima da baliza de Buffon.

8' - Remate de Vidal por cima após grande jogada de Morata.

8' - Neymar fica a reclamar penálti por mão de Lichtsteiner, o árbitro manda seguir.

6' - Vidal faz uma falta dura sobre Iniesta e é avisado pelo árbitro da partida.

4' - GOLOOOO do Barcelona. Que jogada de ataque! Jogada entre Neymar e Iniesta com o Espanhol a assistir Rakitic que remata para o fundo da baliza de Buffon.

1' - Primeiro remate do jogo feito pela Juventus, Tévez remata muito torto.

19:48 - Início da primeira parte. Sai a Juventus com a bola.

19:45 - As equipas já estão em campo, ouve-se o hino da Liga dos Campeões. Está quase a começar a partida!

19:40 - Decorre neste momento a cerimónia de abertura da final.

18:50 - Onze inicial e suplentes da Juventus.

Onze inicial: Gianluigi Buffon (c) (GR), Andrea Barzagli, Lichtsteiner, Bonucci, Patrice Evra, Paul Pogba, Claudio Marchisio, Andrea Pirlo, Arturo Vidal, Álvaro Morata e Carlos Tévez.

Suplentes: Marco Storari (GR), Angelo Ogbonna, Simone Padoin, Stefano Sturaro, Pereyra, Kingsley Coman e Fernando Llorente.

Treinador da Juventus: Massimiliano Allegri.

18:50 - Onze inicial e suplentes do Barcelona.

Onze inicial: ter Stegen (GR), Daniel Alves, Gerard Piqué, Javier Mascherano, Jordi Alba, Ivan Rakitic, Sergio Busquets, Andrés Iniesta (c), Luis Suárez, Lionel Messi e Neymar.

Suplentes: Claudio Bravo (GR), Marc Bartra, Adriano, Jérémy Mathieu, Xavi Hernández, Rafinha e Pedro Rodríguez.

Treinador do Barcelona: Luis Enrique.

17:30 - Curiosidades gerais sobre esta final:

· Espanha é o país com mais troféus conquistados, são 14 no total mas só dois clubes é que venceram a competição, o Real Madrid por 10 vezes e o Barcelona por 4 vezes.

· Itália é em igualdade com Inglaterra o segundo país com mais conquistas, 12 no total. Foram 3 os clubes que contribuíram, o Milan com 7, o Inter de Milão com 3 e a Juventus com 2.

· No que diz respeito a finais perdidas, as equipas Espanholas perderam por 10 vezes e as equipas Italianas perderam por 14 vezes.

· O Olympiastadion, palco da final, é para Pilro e Buffon local de boas memórias, os dois jogadores da Juventus sagraram-se campeões do Mundo em 2006 pela Itália numa final decidida nos penáltis frente à França.

17:00 - Antevisão feita por Massimiliano Allegri e Luis Enrique, treinadores dos dois clubes.

Massimiliano Allegri, treinador da Juventus, referiu na habitual antevisão da partida que o primeiro objetivo da Vecchia Signora era chegar aos quartos-de-final. Agora que chegaram à final é para ganhar. Questionado sobre como parar Messi, Neymar e Suárez, Allegri responde que é preciso jogar para ganhar e não para empatar e que o nível de concentração deve ser elevado durante os 90 minutos, é importante ter uma boa conjugação entre nível físico e nível mental. O treinador Italiano lamenta a ausência de Chiellini por lesão, um dos jogadores mais importantes na manobra da sua equipa mas confirma que Barzagli e Ogbonna estão em condições de jogar. Allegri falou também do facto de uma equipa Italiana estar na final cinco anos depois e que o entusiasmo em Itália é grande, a maioria dos Italianos espera ver a Juventus erguer o troféu.

Luis Enrique, treinador do Barcelona, está bastante satisfeito com a sua época de estreia ao serviço dos Catalães e com a possibilidade de conquistar três títulos esta época. Para Luis Enrique será importante controlar o meio-campo quer a atacar, quer a defender mas reforça que a sua equipa é excelente em todos os setores. A equipa está motivada e quer corresponder à euforia dos adeptos mas com grande sentido de seriedade e de responsabilidade visto que o adversário é forte e tem também os seus argumentos para vencer. O treinador dos Catalães congratula-se pelo facto de ter todos os jogadores à disposição.

15:30 - Caminhada das duas equipas até à final.

Juventus:

· Ficou em segundo lugar do Grupo A com 10 pontos atrás do Atlético de Madrid (atual vice-campeão Europeu) que venceu o grupo com 13 pontos. As outras duas equipas do grupo eram o Olympiacos da Grécia e o Malmö da Suécia.

· Nos oitavos-de-final, a Juventus eliminou o Borussia de Dortmund da Alemanha com um total de 5-1 no conjunto das duas mãos vencendo o primeiro jogo em casa por 2-1 e surpreendendo na Alemanha com uma vitória por 3-0.

· Nos quartos-de final a Juventus teve pela frente uma das equipas sensação da prova, o Mónaco de França treinado por Leonardo Jardim. Um golo no conjunto das duas mãos serviu para levar de vencida a formação Francesa, a vitória por 1-0 foi conquistada em Turim. O jogo da segunda mão em França acabou com um empate 0-0.

· Nas meias-finais, a Juventus encontrou o atual campeão Europeu, o Real Madrid de Espanha. Os Italianos não partiam como favoritos para a eliminatória mas acabaram por superar o Real vencendo em casa por 2-1 e empatando em Madrid 1-1. Morata, formado no Real Madrid, foi o herói da equipa Italiana.

Barcelona:

· O Barcelona venceu o Grupo F com 15 pontos cujo foi bastante disputado com o PSG de França, que terminou em segundo lugar com 13 pontos e que viria a ser o adversário dos Catalães nos quartos-de-final. As outras duas equipas do grupo foram o Ajax da Holanda e o Apoel de Chipre.

· Nos oitavos-de-final, O Barcelona defrontou o Manchester City de Inglaterra e venceu no conjunto das duas mãos por 3-1. Depois de uma vitória na primeira mão em Inglaterra por 2-1, o Barcelona confirmou em casa a passagem à fase seguinte com uma vitória por 1-0.

· Nos quartos-de final aconteceu o reencontro com o PSG de França e os Catalães voltaram a levar a melhor vencendo os dois jogos. Na primeira mão, o Barcelona venceu em França por 3-1 e em Espanha por 2-0.

· Nas meias-finais foi a vez do Barcelona defrontar o Bayern de Munique da Alemanha treinado por Pep Guardiola, antigo treinador do Barcelona. A equipa Catalã venceu por uns concludentes 3-0 a primeira mão em Espanha e deu-se ao luxo de perder na Alemanha o segundo jogo por 3-2.

00:00 - Sejam bem-vindos ao Olympiastadion em Berlim, palco da grande final da Liga dos Campeões 2014/15.

Estamos no palco onde vão decorrer todas as emoções da final mais desejada por qualquer jogador (falando a nível de clubes), a Liga dos Campeões. Juventus e Barcelona são as duas equipas que vão tentar levar o troféu, ou para Itália ou para Espanha respetivamente. Outro dado curioso é saber qual será a equipa que conquistará o triplete este ano, tanto a Juventus como o Barcelona venceram nos seus respetivos países o campeonato e a Taça mas sem dúvida que este troféu que dita quem é a melhor equipa da Europa é dos mais apetecíveis.

Os olhos de todo o mundo vão estão colocados neste jogo e nas estrelas que vão entrar em campo. Do lado da Juventus a irreverência de Pogba, Morata ou Tévez e a experiência de elementos como Pilro e Buffon podem fazer pender a final para a equipa Italiana. Já do lado do Barcelona os olhos estão colocados no trio maravilha representado por Messi, Suárez e Neymar mas não nos podemos esquecer de talentos que podem ser decisivos como Iniesta, Xavi ou Rakitic. Estão reunidos todos os ingredientes para uma grande final!

Embora muitos apontem o Barcelona como o favorito a uma vitória final, numa final as hipóteses estão sempre repartidas entre as duas equipas. Por vezes, um lance por mais simples que seja pode mudar o curso dos acontecimentos e a equipa que à partida não era a favorita acaba por ganhar. As equipas chegaram a esta final depois de terem eliminado fortes candidatos à vitória final na competição. O Barcelona eliminou o Bayern de Munique, equipa que há não muito tempo atrás tinha humilhado o Barcelona nas meias-finais e a Juventus chega a esta final depois de ter eliminado o atual campeão Europeu, o Real Madrid, equipa com mais troféus conquistados até à data.

Relembre aqui os jogos da segunda mão que ditaram a presença da Juventus e do Barcelona na final desta edição da Liga dos Campeões:

· Barcelona-Bayern - 5-3 no total das duas mãos.

· Juventus-Real Madrid - 3-2 no total das duas mãos.

Fique connosco e acompanhe ao longo do dia de hoje curiosidades e todas as emoções desta final inédita. #Directo #F.C. Barcelona