Terminou a época futebolística para o Sport Lisboa e #Benfica, com um saldo final vitorioso no Campeonato e na Taça da Liga, e agora é altura de olhar para as estatísticas e tentar perceber e clarificar alguns pontos chave na conquista destes títulos e na brava época dos encarnados. O Benfica disputou 49 jogos oficiais, obtendo 35 vitórias, 7 empates e 7 derrotas. Marcou 108 golos, tendo sofrido 28. No campeonato, foi o clube que mais goleadas conseguiu, numa soma de 13 goleadas e num total de 27 vitórias, também recorde para esta temporada.

Em termos de jogos disputados, Lima foi o grande resistente no onze ideal de Jorge Jesus, tendo participado em 44 jogos. Talisca também participou em 44 jogos, mas tem menos 1000 minutos do que Lima. No total de minutos jogados, Jardel foi intocável, tendo conquistado o pódio de jogador que mais tempo esteve em campo pelo Sport Lisboa e Benfica nesta temporada. Foram 3900 minutos no total, contra os 3759 de Maxi Pereira e os 3573 de Lima. Jardel foi também o jogador mais vezes titular, tendo entrado de início em 43 dos 44 jogos disputados. Segue-se Maxi Pereira, com 41 partidas como titular, e Lima, com 40.

Uma curiosidade: Rui Fonte foi tantas vezes titular na equipa principal do Benfica como foi Fejsa - uma vez.

Ola John foi o jogador que entrou mais vezes no decorrer da partida, num total de 21 jogos como suplente utilizado. Foi titular em 15 ocasiões. O segundo suplente mais utilizado foi Derley, por 18 vezes, enquanto Talisca ficou com as honras de terceiro, num total de 16 jogos como suplente utilizado. Em termos de golos, Jonas deixou os colegas muito distantes, tendo apontado uns impressionantes 31 golos em 35 jogos disputados. Lima foi o segundo melhor marcador, com 19 golos no total. Sálvio foi o terceiro, com 13.

Uma curiosidade: Lima apontou todos os seus golos no campeonato, não tendo marcado nas restantes competições disputadas pelos encarnados.

Em questões disciplinares, Maxi Pereira e Samaris foram os mais admoestados pelos árbitros, com 15 cartões amarelos cada um. Talisca e Luisão foram os únicos a verem 2 cartões amarelos durante o mesmo jogo, enquanto Lisandro Lopez e Artur foram os únicos a ver vermelho directo.

Em comparação com a época passada, mais golos marcados, menos golos sofridos, mas mais derrotas, mesmo com menos jogos realizados. Destaque para a média de golos marcados, que já não era tão alta desde 2010. #Curiosidades #Primeira Liga Portuguesa