É hoje que Portugal pode fazer história no Europeu de sub-21. A partir das 19h45, os jovens portugueses defrontam a Suécia na final do Campeonato da Europa do escalão. Ambas as selecções procuram o seu primeiro título. Há 21 anos que a final escapava a Portugal, sendo que na altura (1994) perdeu contra Itália. Dois anos antes, os italianos derrotaram a Suécia no jogo decisivo.

Percurso dos finalistas com empate entre ambos

Há cerca de uma semana, Portugal e Suécia defrontaram-se na terceira jornada da fase de grupos do Euro sub-21. As "Quininhas" estiveram em vantagem por 1-0, mas viriam a permitir o empate a uma bola perto do fim. Hoje, em Praga, no estádio Eden Arena, o empate não poderá ser o resultado final.

Na fase de grupos, Portugal marcou apenas dois golos - no referido empate à Suécia e na vitória contra Inglaterra - e somou cinco pontos (empatou também, 0-0, contra Itália). Nas meias-finais, os portugueses alcançaram um triunfo histórico de 5-0 frente à Alemanha. O percurso da Suécia conta com uma derrota (1-0 contra Inglaterra), um empate e uma vitória (2-1 diante da Itália) na fase de grupos. Nas semifinais, os suecos bateram a Dinamarca por 4-1, num duelo contra o vencedor do grupo A.

Baixas em ambos os lados

Quer Portugal, quer a Suécia, têm um jogador em dúvida. Do lado português, Tiago Ilori tem apresentado problemas na coxa, enquanto o sueco Joseph Baffo apresenta queixas no ombro. O seleccionador português, Rui Jorge, espera um rival forte num jogo entre equipas com muita qualidade. Do lado da Suécia, o seleccionador Hakan Ericson dá o favoritismo a Portugal depois do triunfo por 5-0 frente à Alemanha, mas mostra-se determinado em contrariar esse favoritismo do adversário.

Onzes prováveis

De acordo com o site da UEFA, estas são as equipas titulares prováveis:

Portugal: José Sá (Guarda-redes); Paulo Oliveira, Tobias Figueiredo, Raphäel Guerreiro (Defesa); William Carvalho, Sérgio Oliveira, João Mário, Bernardo Silva (Meio-campo); Ivan Cavaleiro e Ricardo (Ataque);

Suécia: Carlgren (Guarda-redes); Milosevic, Helander, Augustinsson (Defesa); Tibbling, Lewicki, Hiljemark, Khalili (Meio-campo); Guidetti, Kiese, Thelin (Ataque);

Árbitro: Szymon Marciniak (Polónia)

Estádio: Eden Arena, Praga (República Checa) - 20.800 lugares

Hora: 19h45 (Lisboa, 18h45 nos Açores) #Futebol