Rui Vitória já fala "à Benfica" e deu esta segunda-feira, 15 de Junho, a sua primeira entrevista à BTV como técnico dos encarnados. Numa entrevista que durou cerca de 30 minutos, o novo treinador das Águias falou sobre vários assuntos, desde a sua contratação, reforços, a aposta na formação e o que os adeptos podem esperar da nova temporada que vai começar a ser preparada a 2 de Julho. Deixamos em baixo alguns excertos da entrevista dada há momentos.

Questionado sobre se está agora na sua "cadeira de sonho", Rui Vitória referiu que não gosta dessa expressão. A chegada a um clube de grande dimensão como é o #Benfica é algo que exige ambição e a conquista de títulos, estar na dita "cadeira de sonho" só por estar não chega.

Rui Vitória confirmou que o primeiro contacto formal foi feito no dia 5 de Junho, um dia depois do discurso de Luís Filipe Vieira feito no jantar que reuniu deputados da Assembleia da República. O novo treinador do Benfica confirmou que as coisas foram feitas de forma rápida mas clara entre as duas direções, sem passos para trás e sem quaisquer dúvidas sobre qualquer assunto.

Questionado sobre o período que passou como treinador dos juniores do clube, Rui Vitória confessou que a diferença agora é abismal, no seu tempo as condições de treino eram muito limitadas e que agora, com o Caixa Futebol Campus, todas as equipas de futebol do Benfica têm excelentes condições para trabalhar.

Rui Vitória referiu que chega para acrescentar algo mais ao Benfica e não quer cortar com o passado e com o que de bom já existe no Benfica. O novo treinador quer acrescentar algo mais ao nível da formação e uma maior ligação entre a equipa principal, a equipa B e as camadas jovens. Rui Vitória confirmou que os jovens da formação vão trabalhar na equipa principal mas para jogarem vão ter que trabalhar muito para merecerem um lugar.

Acima de tudo, Rui Vitória quer que os jogadores joguem com prazer e alegria e se puderem ter nota artística melhor. O modelo de jogo já está definido e o plantel terá várias soluções para as exigências que vão surgir. É importante que os jogadores mais experientes sejam uma referência para os mais jovens, não está preocupado com a possibilidade das saídas de Maxi e Gaitán sendo que o grosso do plantel está praticamente definido e que os reforços contratados têm o seu aval.

Rui Vitória está ciente da grandeza do Benfica mas não teme a herança deixada ou a pressão de estar num grande clube. O novo treinador do Benfica dá exemplos de outros treinadores portugueses que começaram em clubes pequenos e hoje têm nos seus currículos muitos títulos.

O novo treinador do Benfica prometeu muito trabalho e que a sua equipa técnica vai "dar a vida pelo clube" e apela à união de todos os benfiquistas tal como tem acontecido nos últimos anos.