Acabaram as férias para Rui Vitória. Depois de ter sido apresentado oficialmente a 15 de junho, o novo treinador do #Benfica começou esta quinta feira oficialmente a preparar a nova época. O técnico entrou no centro de estágios e treinos do clube, no Seixal, pelas 10h00, poucos minutos depois do seu adjunto, Arnaldo Teixeira. A formação do plantel encarnado e a preparação da pré-época, que vai decorrer nos Estados Unidos, México e Canadá, devem ser os assuntos mais prementes de Rui Vitória.

Rui Vitória, de 45 anos, entrou esta manhã numa casa que já teve oportunidade de conhecer. Ainda antes de assinar contrato por três épocas com o Benfica, o técnico fez questão de visitar as instalações do centro de estágio do Seixal, na companhia do diretor geral do clube, Lourenço Pereira Coelho, e na altura ficou muito agradado com o que viu. Também esta manhã, o treinador se mostrou satisfeito, acenando aos jornalistas.

Na ordem de trabalhos de Rui Vitória está a constituição do plantel da equipa principal que vai tentar lutar pelo tricampeonato. O treinador deve ainda hoje encontrar-se com o presidente, Luís Filipe Vieira, que tem estado muito ativo neste #Mercado de Transferências. A mais recente contratação dos encarnados é o jovem holandês Bilal Ould-Chikh, de apenas 17 anos, e que já é comparado ao compatriota Arjen Robben. O até agora jogador do Twente vem para a Luz por 1,5 milhões de euros.

O Benfica já assegurou também a contratação de Carcela (Standard de Liège), Taarabt (Queens Park Rangers), Francisco Vera (Rubio Nú), Murillo (Zamora), Marçal (Nacional) e Diego Lopes, Ederson e Hassan (os três do Rio Ave). Mas nem todos podem ficar a trabalhar diretamente com Rui Vitória e ainda outros podem chegar para reforçar a equipa. Já em sentido contrário, estão de saída Funes Mori, Sulejmani, Sílvio, Artur e Gaitán, falado para ingressar no Manchester United.

O contacto com os jogadores só começa a 2 de julho, precisamente daqui a uma semana. Até lá Rui Vitória tem ainda de preparar a pré-época que vai decorrer no Canadá, Estados Unidos e México. Durante a apresentação, o treinador que substitui Jorge Jesus prometeu "dar a vida" pelo clube e garantiu que foi contratado pela sua competência e não por ser benfiquista.