Se Jorge Jesus vai ganhar qualquer coisa como 3.2 milhões de euros limpos, por temporada, nos três anos de contrato com o Sporting - a estes valores acrescem os habituais prémios, existindo um por cada competição ganha (Campeonato, Taça de Portugal, Taça da Liga e competição europeia) - então bem se pode dizer que o sucessor do técnico no #Benfica é uma solução... low cost. Com efeito, a escolha de Luís Filipe Vieira, que o presidente defendeu até à exaustão, mesmo pressionado internamente para contratar Marco Silva, e externamente, por José Veiga, para optar por um treinador estrangeiro, vai ganhar... 800 mil euros limpos por época.

Falamos, claro está, de Rui Vitória, treinador que pode ser apresentado já hoje como treinador do Benfica. Os últimos pormenores foram acertados ontem numa reunião que juntou Luís Filipe Vieira, presidente dos encarnados, e Júlio Mendes, homólogo do Vitória de Guimarães, sendo que o acordo com o técnico estava há muito alcançado. Ainda que Vieira tenha negado a existência de qualquer pré-acordo, a verdade é que Rui Vitória tinha já acertado, verbalmente, a sua ida para o Benfica.

De resto, Rui Vitória volta a uma casa que bem conhece, depois de ter orientado os juniores do Benfica durante duas temporadas, precisamente a duração do contrato que assinou, esta segunda-feira, com o atual bicampeão nacional. Depois da formação do clube da Luz, recorde-se, Rui Vitória passou por Fátima, Paços de Ferreira e, finalmente, pelo Vitória de Guimarães, onde esteve durante as últimas três temporadas e meia.

Se o último contrato que Luís Filipe Vieira tinha assinado com Jorge Jesus, aquando do aparecimento de vários rumores ligando o treinador ao FC Porto, dava ao treinador quatro milhões de euros por temporada, agora o novo vínculo com o 43.º treinador da história do Benfica vale... 800 mil euros. Ainda assim, Rui Vitória vai melhorar substancialmente o seu vencimento, uma vez que em Guimarães auferia uma quantia que não chegava, depois de pagos os impostos, aos 200 mil euros anuais.

Além de Rui Vitória, chegam ao Benfica também os atuais adjuntos do treinador, Arnaldo Teixeira e Sérgio Botelho, existindo a possibilidade de Hugo Oliveira manter-se na Luz como técnico de guarda-redes, uma vez que Jorge Jesus levou apenas os seus homens mais próximos para Alvalade, onde terá Nélson Pereira, que renovou esta segunda-feira com o Sporting até 2018, para essa função específica do treino dos guardiões.

Quanto ao Vitória de Guimarães, o valor de um milhão de euros pedido pela saída de Rui Vitória será pago, pelo Benfica, em... jogadores. Bruno Gaspar, lateral-direito que tinha sido emprestado pelos encarnados aos vimaranenses na última época, deverá manter-se no Minho, existindo a possibilidade de acrescentar mais dois jogadores ao 'pacote negocial' que resulta da saída do treinador. #Futebol