A época está prestes a começar e as mexidas nos plantéis vão-se sucedendo. Os técnicos vão analisando as suas equipas e vão vendo com o que podem contar, sendo que muitas das vezes não podem fazer nada para manter as suas pérolas, porque não conseguem combater contra os milhões dos tubarões europeus. As dificuldades económicas no universo leonino já não são de agora, no entanto, esta época a questão parece estar mais serena, e até existe algum dinheiro para adquirir novos jogadores que possam ajudar às contas de Jorge Jesus.

Guarda redes 

Começando de trás para a frente. Na baliza Rui Patrício é uma garantia para o novo técnico leonino e as dúvidas quanto ao seu suplente também não são muitas. A alternativa a Patrício passará por Boeck, que impressiona sempre que é chamado a intervir. Ainda como terceiro guarda-redes está Azbe Jug, que, até ao momento, é a única contratação dos leões.

Defesa

Avançando nas quatro-linhas, paramos na defensiva. Uma dor de cabeça para Marco Silva! Mas certamente que Jorge Jesus não quer passar pelo mesmo que o anterior técnico leonino e deverá resolver a situação já no início da temporada.

Começando pelas alas, a indefinição é muita. Cédric já foi embora, rumando a Inglaterra, num negócio que rendeu aos cofres leoninos cerca de 6 milhões de euros. Ficaram (para a lateral direita), Miguel Lopes, que fez um final de época bastante positivo, sentando diversas vezes o habitual titular Cédric Soares, e que deverá ser aposta de Jorge Jesus caso não se contrate ninguém. Como alternativa a Miguel Lopes deverá estar Esgaio, que esteve emprestado na temporada transacta. André Geraldes (contratado no início da época passada) também deverá ter uma palavra a dizer e irá lutar pelo lugar já na pré-temporada.

Passando para a ala esquerda, mais uma incógnita. A permanência de Jefferson em Alvalade não é garantida, e em caso do jogador brasileiro rumar a outras paragens os leões ficam apenas com Jonathan, o que faz com que tenham que obrigatoriamente investir no mercado. Algo que Jesus tem de analisar com atenção.

Passando para a zona central da defesa o clube leonino não está mal servido, mas necessita claramente de mais um defesa central para prevenir possíveis lesões ou ausências não programadas dos 3 principais candidatos à titularidade (Paulo Oliveira, Ewerton e Tobias Figueiredo). Rabia e Naby Sarr deverão querer provar o seu valor na pré-temporada porque caso contrário a ordem deverá ser para sair.

Meio campo

O meio campo será (mais) uma dor de cabeça para Jorge Jesus. William Carvalho (o patrão da zona central leonina) deverá estar de saída, porque interessados não faltam, e, caso a cláusula de rescisão seja ultrapassada, nada podem fazer os leões. Em caso de saída do internacional português, o #Sporting tem como alternativa Rosell e Slavchev, que regressam de empréstimo. Chaby é outra das opções que certamente Jorge Jesus quererá ver na pré-temporada.

Avançando mais no meio campo, outra das indefinições é Adrien. A saída do médio está iminente, o que traria ao Sporting uma obrigatoriedade de comprar mais um jogador para aquela posição, uma vez que ficariam reduzidos a João Mário e André Martins. Também Labyad irá regressar ao plantel leonino e com certeza que quer impressionar o novo técnico, de forma a ganhar espaço no plantel verde e branco. Ryan Gauld, que na temporada anterior ainda chegou a realizar alguns jogos na equipa principal, também vai tentar conquistar o seu lugar na equipa principal.

Extremos 

Depois da saída de Nani os leões ficaram reduzidos a 3 extremos, ou mesmo 2, uma vez que a permanência de Carrillo ainda não está assegurada, dado que o internacional peruano ainda não aceitou a renovação de contrato. Sendo assim, Jorge Jesus pode contar para já com Capel e Mané. Iuri Medeiros deverá ser um dos jogadores que o técnico leonino também deverá querer analisar. Mas a importância da contratação de um extremo é imensa e avançar para a temporada sem esse objetivo cumprido poderá ser prejudicial #Mercado de Transferências

Avançados

Para a zona mais ofensiva do campo nem parecem haver muitas complicações, isto desde que nenhum dos atuais avançados rume a outras paragens. Por enquanto parecem seguras as permanências de Montero e Tanaka. Slimani também deverá ficar, apesar de ter bastante mercado. Além disso, Jorge Jesus também deverá querer analisar na pré-temporada Rubio e Viola.