O Sporting pretende formar uma frente de ataque muito poderosa. Com a aquisição do costa-riquenho Bryan Ruiz quase concretizada, sabe-se agora que o craque do Fulham não ficará só no ataque leonino. O #Sporting pretende associar-lhe o colombiano Teo Gutiérrez, o titular da selecção colombiana. Aos 30 anos, o jogador poderá deixar o River Plate para tentar uma nova oportunidade na Europa (depois do Trabzonspor, de 2009 a 2011). Teo Gutiérrez construiu uma excelente carreira na América do Sul, entre a Colômbia e a Argentina, com curtas passagens pela Turquia e pelo Cruz Azul, do México. Nas últimas duas épocas, brilhou no River Plate, da Argentina, e também na selecção colombiana.

A selecção orientada por José Pékerman é muito forte no ataque, com muitas e variadas soluções. Radamel Falcão, ex-FC Porto, é indiscutível no ataque. A seu lado, o treinador oscila entre algumas soluções de luxo, como Jackson Martinez, também ex-FC Porto, e Carlos Bacca, do Sevilha, mas é Teo Gutiérrez o preferido de Pékerman para ocupar a vaga no ataque. Mais do que apenas um goleador, Teo é um avançado moderno, muito móvel, que abre muitos espaços no ataque e cansa as defesas adversárias, características que agradam a Jorge Jesus.

É sabido que o novo treinador do Sporting não é apologista do clássico "nove" plantado na área, privilegiando avançados mais móveis, e que "semeiem" o pânico entre as defesas. Segundo o jornal O Jogo, o Sporting oferece três milhões de euros pelo goleador colombiano, mas os argentinos pretendem o dobro deste valor. Ou então, os citados três milhões por apenas 50% do passe, valor com o qual o Sporting não concorda.

Na corrida pelo talentoso avançado está ainda o Corinthians, do Brasil. A equipa pretende adquirir os serviços do jogador que esteve na Copa América, mas não deverá interferir nas contas do Sporting. Ainda de acordo com O Jogo, os "leões" oferecem 2,4 milhões de euros brutos por ano a Teo Gutiérrez, valor que o Corinthians não conseguirá acompanhar.

Quem já não conta com o avançado é o treinador do River. "Antes de ir para a Copa América disse-me que queria sair. Vou respeitar essa postura. Não vou obrigá-lo a ficar se não quiser. Estou agradecido por tudo o que nos deu, mas enquanto treinador do River Plate não conto mais com ele. A decisão não tem retorno", disse Marcelo Gallardo, citado pelo jornal Record.

O colombiano deverá então partilhar o ataque com Bryan Ruiz, avançado esquerdino que Jorge Jesus não abdica. O costa-riquenho quer o Sporting e quer jogar na Liga dos Campeões, o que está muito perto de se concretizar. O atleta deverá auferir, no Sporting, dois milhões de euros anuais. #Mercado de Transferências