Ninguém sabe onde anda Ángel Di María. O antigo jogador do Real Madrid, que em Portugal já representou o Benfica, transferiu-se dos "merengues" para o Manchester United, no verão passado, mas não correspondeu às expectativas criadas por uma transferência milionária, avaliada em 75 milhões de euros. O internacional argentino não parece disposto a continuar a vestir a camisola dos "red devils", que também não contarão com os seus serviços para a próxima temporada. Nesse sentido, o Paris Saint-Germain surge como o destino mais provável para Di María que está... desaparecido em combate.

O atleta ainda não marcou presença nos treinos do Manchester United desde que foi de férias nem tampouco fez parte da digressão do clube nos Estados Unidos da América, onde participou no torneio de pré-época International Champions Cup. O próprio treinador do clube inglês não sabe onde está Di María nem como vai acabar esta "novela".

"Nem sei onde está Di María!", começou por referir Louis van Gaal aos jornalistas. "Talvez vocês saibam onde ele está, mas eu não sei", confessou o técnico holandês, remetendo novidades para "quando tudo estiver resolvido".

Entretanto, o treinador do PSG, Laurent Blanc mostrou-se confiante quanto à possibilidade de contar com o ainda jogador do Manchester United no seu plantel da próxima época, que está prestes a ter início. "As negociações podem ser difíceis, mas estamos perto do seu desfecho", revelou, intensificando os rumores que dão como certa a transferência de Di María para Paris.

Depois destes desenvolvimentos, surgiram nas redondezas da cidade de Manchester cartazes que dão conta do desaparecimento do jogador, como pode ver na imagem em baixo, retirada da conta do Twitter da TheSPORTbible. É até oferecida uma recompensa de 30 milhões de libras (aproximadamente 43 milhões de euros) pelo atleta que foi visto pela última vez "no Chile, envergando uma camisola da Argentina", em alusão à participação de Di María na Copa América 2015. "Caso tenham alguma informação, por favor contactem Louis van Gaal", pode ler-se também no referido cartaz, que define a cara de Di María como "bastante característica, semelhante à de um roedor".

 

#Mercado de Transferências