Numa longa entrevista à revista Crónica, do jornal espanhol El Mundo, Mari Carmen, mãe de Iker Casillas, lamenta a decisão do filho em rumar ao FC Porto, que considera um "clube de segunda categoria". Com declarações ofensivas, a mãe do guarda-redes espanhol ataca não só o #Real Madrid pela saída do filho, mas também despreza o FC Porto, que acredita não ter a dimensão suficiente para o seu filho, um campeão do mundo, salienta. Entretanto, o Real Madrid confirmou na noite deste sábado a saída de Casillas, num comunicado oficial, pondo um ponto final na ligação de 25 anos. O guarda-redes assina assim nos próximos dias com o FC Porto.

Nesse comunicado, o Real Madrid despede-se de Casillas. "Para o Real hoje é um dia de reconhecimento e agradecimento. Hoje deixa a equipa e inicia uma nova etapa futebolística o melhor guarda-redes do clube e do futebol espanhol", pode ler-se no texto, publicado no sítio oficial do clube madrileno. Iker Casillas vai agora assinar pelo FC Porto, por dois anos mais um opcional, e auferir, segundo informa o jornal El Mundo, 13 milhões de euros anuais. Desses, oito serão responsabilidade do Real Madrid e cinco do FC Porto.

Casillas ainda não chegou ao Porto, mas já está a causar polémicas. Figura de proa do futebol mundial, o guarda-redes até pode ter uma postura calma e pacífica, mas já está a promover algumas "tempestades" no Norte do país. Primeiro, foi a companheira, Sara Carbonero, a afirmar que não se mudaria com Casillas para o Porto, fazendo declarações de desconsideração à cidade. Agora, foi a mãe deste, Mari Carmen, a desprezar o FC Porto.

"O Porto? Por amor de Deus. Então quando saiu que ele estava à procura de casa em Roma liguei-lhe a perguntar o que estava a fazer e disse-lhe para não sair. Agora, imaginem para o FC Porto. É uma equipa de Segunda B para a categoria do Iker. Um campeão do mundo não pode acabar no Porto. Podia acabar onde quisesse que não me importava, até no Barcelona, que são uns senhores", declarou a mãe do guarda-redes espanhol.

O marido desta, José Luis, interrompe a esposa, temendo as repercussões que estas declarações pudessem ter junto dos adeptos do FC Porto. "Bem, Carmen, não digas isso da Segunda B, porque eu respeito o FC Porto. Claro que o Iker merecia um Manchester United ou um PSG, mas não podes dizer isso. Se ele me ouvisse, eu ter-lhe-ia dito para ele terminar o contrato no Real Madrid. E se não o quisessem que o despedissem. Mas, claro, assim o que o Real Madrid consegue é poupar os 25 milhões de euros de indemnização", declarou o pai de Iker Casillas.

Aliás, José Luis sabe porque só se falou do interesse do FC Porto no filho, um "guarda-redes maduro, que interessaria a meia Europa". O pai de Iker afirma que o Real Madrid "filtra as ofertas" para que o Casillas não ingresse num clube que possa comprometer as ambições do clube "blanco" no futuro, como "aconteceu com Morientes ou Morata".

Mas, como será de esperar, Casillas, não ouviu as palavras nem da mãe, nem do pai. É que o guarda-redes espanhol não fala com os pais há mais de dois anos. #F.C.Porto #Mercado de Transferências