Pode ter chegado ao fim uma das "novelas" que mais tem agitado o mercado de transferências deste verão a nível internacional. De acordo com o jornal espanhol "Marca", Sergio Ramos vai renovar o contrato que o liga ao #Real Madrid até junho de 2020. O diário desportivo afirma mesmo que o acordo "está fechado", prevendo-se que seja oficializado até ao início do campeonato espanhol, agendado para o dia 23 de agosto. O anterior contrato do defesa central formado no Sevilla era válido até 2017.

Foi ainda revelado que Sergio Ramos vai ser alvo de uma melhoria salarial, passando a auferir um valor próximo dos 9 milhões de euros líquidos por temporada. Um montante que poderá ser ainda superior caso o atleta cumpra determinados objetivos, que não foram especificados.

Desta maneira, o Real Madrid assegura a continuidade daquele que é, desde a saída de Casillas para o FC Porto, o capitão da equipa "merengue" e um dos jogadores mais influentes do seu balneário. Sergio Ramos não só é um dos atletas com mais tempo e jogos disputados pelo clube, como é considerado o "herói" da décima Liga dos Campeões do historial do Real Madrid: marcou o golo que levou a final da competição, frente ao rival Atlético de Madrid, para prolongamento, já no tempo de compensação de uma partida disputada no Estádio da Luz, em Lisboa.

Nos últimos meses falou-se insistentemente na imprensa da possível saída de Sergio Ramos do Real Madrid. O central de 29 anos de idade foi associado, sobretudo, ao Manchester United, que pretende reforçar o seu eixo defensivo. Os "red devils" estariam dispostos a apresentar uma proposta milionária, tanto ao Real Madrid (falou-se em valores na ordem dos 40 milhões de euros), como ao próprio jogador, que teria à sua espera em Old Trafford um salário bastante elevado. Um cenário que, contudo, está agora mais difícil de se concretizar.

Os ingleses, de resto, não estarão muito satisfeitos com a atitude de Sergio Ramos. O jornal britânico "Daily Star", citando fonte próxima do clube, noticia que os dirigentes do Manchester United se sentem traídos pelo jogador, uma vez que este terá aproveitado o interesse dos "red devils" para pressionar o Real Madrid a oferecer-lhe um contrato financeiramente mais vantajoso. "É como se tivesse traído o United", escreve a referida publicação. #Mercado de Transferências