O #Mercado de Transferências está quase a fechar, mas os encarnados ainda andam "às compras". Eliseu é o único defesa esquerdo do plantel, depois da saída de Marçal por empréstimo para o Gaziantepspor. Neste sentido, Rui Vitória definiu como prioridade adquirir mais um lateral esquerdo. De acordo com o zerozero.pt, em cima da mesa estão três nomes, sendo que qualquer um deles pode assinar pelo #Benfica: Siqueira, Álvaro Pereira e Nagatomo. O mercado encerra no dia 31 de Agosto e se as águias querem garantir algum destes jogadores, precisam de se apressar. 

O alvo preferencial do clube da Luz é Siqueira. Os esforços são no sentido de garantir o jogador a título de empréstimo. O lateral até já passou pelo Benfica, aquando do empréstimo do Granada em 2013/14. Ao serviço dos encarnados realizou 31 jogos. O obstáculo mais complicado neste momento, e que está a impedir a transferência para o Sport Lisboa e Benfica, é mesmo o seu ordenado. O vencimento que o atleta aufere é bastante elevado e Luís Filipe Vieira e Jorge Mendes (que estão a tratar dos detalhes da transferência) propuseram ao Atlético Madrid que pagasse uma parte do ordenado, de forma a não sufocar os encarnados com os encargos mensais com o lateral esquerdo. 

No caso desta transferência não se confirmar, a segunda hipótese em cima da mesa é Álvaro Pereira. Actualmente, o lateral esquerdo está emprestado aos Estudiantes, depois de não conseguir segurar o lugar no Inter de Milão, para onde se transferiu depois de duas temporadas ao serviço dos dragões. Nos últimos dias, o jogador tem sido igualmente associado ao FC Porto e ao Sporting CP, levando a crer que não deve estar muito satisfeito na Argentina - e tendo em conta que deixou uma excelente imagem nos estádios portugueses.

Por último, surge o nome de Nagatomo. O japonês que actua no Inter de Milão não deverá ter vida fácil devido à elevada concorrência que tem na equipa, pelo que o empréstimo ou uma transferência seria o melhor para o atleta. No entanto, a proposta que os encarnados fizeram ao clube transalpino foi, para já, recusada.  #Primeira Liga Portuguesa