A equipa do Futebol Clube do Porto poderá avançar para a contratação de Nacho Fernandéz e Lucas Silva, ambos jogadores do #Real Madrid comandado por Rafa Benítez, tal como noticia o jornal desportivo “Record” na sua edição de hoje, 22 de Agosto. Estes dois jogadores estão entre os desejos de Julen Lopetegui para a temporada 2015/2016 e, tanto Nacho como Lucas Silva, estão sem espaço no “onze” da equipa de Madrid. A verdade é que com a saída de Alex Sandro para a Juventus a troco de 25 milhões, a hipótese da contratação de Nacho ganha cada vez mais forma, visto que o jogador para além de ser defesa central, também está apto para fazer o lado esquerdo da defesa, tornando-se assim mais uma solução para além de José Ángel e Aly Cissokho.

No caso de Nacho Fernandéz, o Real Madrid pede cerca de 15 milhões de euros pelo passe do jogador, valores muito altos que deverão levar o FC Porto a avançar para um empréstimo com opção de compra. Quanto a Lucas Silva o cenário é diferente, já que o Real Madrid não admite vender visto acreditar no potencial do jogador. Neste caso, se sair será por empréstimo sendo que o jogador interessa também ao rival Sporting Clube de Portugal.

Nacho Fernandéz, de 25 anos, está na equipa principal do Real Madrid desde a época 2010/2011 e desde então tem estado num sistema de rotatividade entre a equipa principal e a equipa B. No total o jogador fez 57 jogos pela equipa principal madridista, tendo apontando 1 golo. No seu currículo já conta com uma Copa do Rei (2013/2014), uma Liga dos Campeões (2013/2014) e um Campeonato da Europa Sub-21 ao serviço da Espanha (2013).

Lucas Silva, de 22 anos, fez até ao momento uma época ao serviço do Real Madrid depois de ser contratado ao Cruzeiro (clube onde actuou por três temporadas). Na época anterior (2014/2015) participou em apenas 9 ocasiões, não tendo apontado qualquer golo. No seu currículo tem dois Campeonatos Brasileiros ao serviço do Cruzeiro (2013 e 2014) e um Campeonato Mineiro (2014) também ao serviço do Cruzeiro. #F.C.Porto #Mercado de Transferências