Nicolás Gaitán tem sido um nome presente neste #Mercado de Transferências. O #Benfica tem de vender jogadores e o internacional argentino é uma das pérolas das "águias" que despertam grande interesse. O número 10 do clube da Luz já teve o seu nome ligado ao Manchester United, Valência e até ao Real Madrid, mas agora é o Al-Ahli que poderá ter entrado na corrida pelo atleta. Segundo o jornal "O Jogo", o clube do Dubai, que já contratou Lima aos encarnados por 7 milhões de euros, terá oferecido 35 milhões pelo jogador.

O médio argentino, de 27 anos, já conta com seis épocas ao serviço das "águias" e não quererá rumar a um campeonato com menor expressão o que é, segundo a mesma publicação, o entrave para o negócio se concretizar, já que a proposta Al-Ahli cobre a cláusula de rescisão estipulada no contrato do jogador.

Ao não aceitar o contrato do clube árabe, Gaitán vai rejeitar uma proposta na ordem dos 3,5 milhões de euros líquidos por ano, ao que se juntam prémios, de acordo com o rendimento, e outras regalias.

Depois da saída de Di Maria para o Real Madrid, o Benfica comprou Gaitán ao Boca Juniors, em Maio de 2010, por 8,4 milhões de euros. O atleta rapidamente se tornou num dos jogadores mais acarinhados pelos adeptos encarnados, que o apelidaram de "génio". Os toques de "magia" do médio fazem as delícias dos adeptos de futebol e, por isso, o jogador é constantemente cobiçado por grandes clubes da Europa.

Ainda neste fim-de-semana, na primeira jornada da Liga Portuguesa, o argentino fez duas assistências para dois dos golos da vitória por 4-0 do Benfica frente ao Estoril. A primeira aos 74’, quando num cruzamento assistiu o recém-chegado avançado grego Mitroglou para o 1-0, e a segunda quinze minutos depois, quando voltou a assistir de uma forma excelente o jovem Nélson Semedo, que carimbou o resultado final. A exibição na abertura da liga portuguesa levou Gaitán a ser nomeado pelo jornal espanhol "Marca" para o onze da semana dos jogadores do continente americano que atuam nas principais ligas europeias.