A nova temporada 2015/2016 de La Liga começa já no próximo fim-de-semana e a antecipação entre os amantes do futebol já está ao rubro. #Real Madrid e Barcelona partem claramente como favoritos para a conquista do título. Os "outsiders" Atlético Madrid e Valência vão ter que batalhar muito para se intrometerem nesta luta a dois. Fazemos uma breve antevisão às principais equipas do campeonato espanhol e quais as novidades que poderemos esperar.

F.C. Barcelona - Reforços que só jogam... em Janeiro

Luis Enrique tem a tarefa de levar novamente o Barcelona à conquista de todos os troféus internos, depois de ter arrecadado o título de campeão da época passada, juntamente com a Taça do Rei e a Liga dos Campeões. Recentemente conquistou a Supertaça Europeia e perdeu categoricamente a Supertaça Espanhola para o Ahtletic Bilbao. Os holofotes vão estar obviamente em Lionel Messi, o grande candidato à conquista da próxima Bola de Ouro. No entanto, os destaques passam pelos reforços contratados pelos blaugrana - Aleix Vidal (Sevilha) e Arda Turan (Atlético Madrid) - que apenas se podem estrear em Janeiro devido ao castigo  imposto pela FIFA. Pela primeira vez em quase duas décadas, o Barcelona não contará com Xavi no plantel. Recorde-se que o médio espanhol de 35 anos rumou ao Qatar no fim da época passada.

Equipa base: Cláudio Bravo; Piqué, Mascherano, Jordi Alba, Dani Alves; Busquets, Rakitic, Iniesta; Neymar, Suárez e Lionel Messi.

Real Madrid - Em busca de um título que foge desde... Mourinho

Por muito que custe a acreditar, o super Real Madrid não conquista um título de La Liga desde 2011/2012, única época em que José Mourinho guiou os merengues ao sucesso. Até à data, as contratações mais sonantes do Real Madrid são Kovacic (Inter Milão), Danilo e Casemiro (FC Porto). O destaque vai para a saída de Iker Casillas, claro está. Depois de mais de 20 anos ao serviço do Real Madrid, o experiente guarda-redes espanhol vai vestir pela primeira vez outra camisola, neste caso do FC Porto. O Real Madrid vai puxar dos galões para "roubar" o título ao Barcelona e conta com Cristiano Ronaldo para tal, independentemente dos rumores que indicam um mau-estar entre CR7 e o treinador Rafa Benítez. Tudo ficará resolvido com golos, certamente. Ao contrário de Pepe, que conta para Benítez, o mesmo não se pode dizer de Fábio Coentrão. O lateral das Caxinas tem vários clubes interessados e pode sair até ao fim do mercado de transferências.

Equipa base: Keylor Navas; Sérgio Ramos, Varane, Marcelo, Carvajal; Modric, Toni Kroos, James Rodríguez; Cristiano Ronaldo, Gareth Bale e Benzema.

Atlético Madrid e Valência procuram a glória

Na época 2012/2013 o Atlético Madrid provou ao mundo que La Liga não se faz só de Barcelona e Real Madrid, quando Diego Simeone fez dos colchoneros campeões espanhóis e finalistas da Liga dos Campeões, troféu perdido precisamente para o Real Madrid. Apesar de o Atlético ter perdido Arda Turan para o Barcelona, conseguiu manter as suas principais figuras - incluindo o português Tiago, fundamental na estratégia de "El Cholo" -, a que se juntaram Jackson Martínez (FC Porto), Savic (Fiorentina) e o regressado Filipe Luís (Chelsea).

O Valência de Nuno Espírito-Santo continua à procura do seu espaço no mundo do futebol moderno e Peter Lim quer dar ao técnico português todas as condições para vencer títulos. Nuno mantém a confiança nos compatriotas André Gomes, João Cancelo e Rúben Vezo, ainda com o apoio dos ex-benfiquistas Enzo Pérez e Rodrigo. Para já, a maior perda da equipa é o argentino Otamendi, transferido para o Manchester City. 

Já o detentor da Liga Europa, o Sevilha, reforçou-se de uma forma interessante e poderá ser um dos "outsiders" mais inesperados este ano. Unay Emery conta com os portugueses Daniel Carriço e Beto, reforçando-se ainda com alguns jogadores consagrados como Immobile (Dortmund), Konoplyanka (Dnipro), Rami (Milan) e Gameiro (PSG). #Liga Espanhola #F.C. Barcelona