O #Mercado de Transferências entrou no último dia e a equipa do Sport Lisboa e #Benfica quer garantir a contratação de Guilherme Siqueira e manter a sua principal estrela, Nicolás Gaitán. O que se complica para a contratação de Siqueira é o facto de Diego Simeone deixar para o último dia do mercado a decisão de deixar o lateral sair ou não. Há dois anos aconteceu exactamente o mesmo e o lateral esquerdo acabou por ingressar no clube da luz a título de empréstimo, acabando por ser fundamental na conquista do campeonato nacional ao ser titular indiscutível com 33 jogos e 1 golo marcado.

Na época passada, depois de regressar do empréstimo ao Benfica, Siqueira actuou no Atlético de Madrid ao comando de Diego Simeone e foi igualmente peça fundamental, tal como tinha acontecido na luz. Actuou por 37 ocasiões e apontou 1 golo numa época em que o Atlético acabou por ganhar apenas a Supertaça de Espanha, depois de ter sido campeão nacional na época anterior.

Contudo é incerto o regresso de Siqueira ao clube encarnado visto que o #Futebol Clube do Porto também está no mercado tendo em vista a contratação de um jogador para o lado esquerdo da sua defesa, depois de Aly Cissokho e José Ángel não convencerem a 100% o técnico Julen Lopetegui, e a hipótese de Siqueira ir para o FC Porto já se pôs em cima da mesa. No entanto é cada vez menos provável que o jogador jogue de dragão ao peito, até porque o FC Porto está muito próximo de garantir Miguel Layún.

Ainda na equipa dos encarnados, Fábio Silva e Kevin Oliveira foram emprestados ao Sporting Clube da Covilhã para conseguirem ganhar experiência ao jogar na Segunda Liga, onde também se encontra a equipa B do Sport Lisboa e Benfica.

Nicolás Gaitán, depois de ter sido dado como saída certa, mantém-se de pedra e cal no clube encarnado e, com a chegada do último dia do mercado, vê-se cada vez mais certa a possibilidade de Gaitán continuar na Luz pelo menos até à próxima abertura do mercado em Janeiro, fazendo assim mais meia época de águia ao peito.