É um nome que pouco diz aos portugueses, mas o jovem treinador lusitano Sérgio Vieira  vai ter o seu maior desafio: orientar (ainda que seja de forma interina) a principal equipa do Atlético Paranaense que atua na Série A. Em Portugal, foi observador do Sporting, Sporting de Braga e Académica e este ano chegou ao Brasil, onde orientou, na série C, o Atlético Paranaense sub-23 e Guaringuetá. O Atlético Paranaense não está a ter um ano fácil, ocupando atualmente o 11.º lugar no #Brasileirão. Sérgio Vieira substitui Milton Mendes e deve estrear-se no banco já amanhã, contra o Brasília, em jogo a contar para a Taça do Brasil.  

Aos 33 anos, Sérgio Vieira, natural de Póvoa de Lanhoso, chega a uma clube da primeira liga enquanto treinador. De acordo com o site brasileiro Esporte Banda B, "Sérgio Vieira chegou ao Furacão no começo do ano para trabalhar no sub-23, iniciou o trabalho em uma competição estadual, mas após uma parceria feita pela diretoria atleticana, ele foi designado como treinador do Guaratinguetá. No clube paulista, foram nove jogos, quatro vitórias, um empate e quatro derrotas".

Sérgio Vieira regressa assim em grande ao Atlético. A sua equipa técnica vai ser constituída por Marcelo Vilhena, Marcio Henriques e Luciano Júnior. No plantel principal vai trabalhar com outro português, o atleta Bruno Pereirinha, que na Europa, representou entre outros, a Lázio e o Sporting. Neste momento, o Atlético Paranaense é provavelmente, o clube mais português do principal escalão do futebol brasileiro. 

O que é o Atlético Paranaense?

O clube de Curitiba, também conhecido por "Furacão" e "Rubro-Negro", é um histórico do futebol brasileiro. Fundado em 1924, a conquista mais importante da sua história foi a conquista do Brasileirão - Série A em 2001. No entanto, também já venceu o Brasileirão - Série B em 1995, 22 campeonatos do estado do Paraná, duas Taças do Paraná e 6 torneios de abertura. Participou 4 vezes na Taça dos Libertadores, sendo finalista (vencido) em 2005. 

O seu estádio é o Arena da Baixada que tem cerca de 42.300 lugares. Os seus grandes rivais são o Coritiba FC (campeão nacional em 1985) e o Paraná.