O Sporting CP derrotou, em casa, o Nacional, por 1-0, no encontro que fechou a quinta jornada da I Liga portuguesa. Fredy Montero marcou o único golo da partida, aos 83 minutos, depois do passe de Carlos Mané, perante um adversário que ficou reduzido a dez jogadores, devido à expulsão de Sequeira aos 31 minutos. A solução para este encontro saiu do banco de suplentes, pois o avançado colombiano entrou aos 57 minutos e o extremo português começou a jogar aos 65 minutos, após as saídas de Teo Gutierrez e Bryan Ruiz.

Com Montero e Carlos Mané, o #Sporting ganhou outra dinâmica em campo e, antes do golo decisivo, ambos os jogadores criaram perigo junto à baliza dos madeirenses, que dificultaram bastante a missão dos leões. 

Montero eficaz 

Fredy Montero marcou pela segunda vez consecutiva, novamente em aliança com Mané, depois do remate certeiro na derrota por 1-3 diante do Lokomotiv, na primeira ronda da fase de grupos da Liga Europa. Os leões igualaram, assim, o FC Porto no comando do campeonato nacional, com 13 pontos, mais quatro do que o Benfica, terceiro classificado.

No final da partida, em declarações à Sport TV, o treinador do Sporting Jorge Jesus salientou as dificuldades que a sua equipa sentiu, mas enalteceu não só a jogada que originou o golo de Montero, como a entrada do colombiano. O técnico abordou, também, a ausência de Carrillo: "É uma decisão do presidente e tudo o que eu achar que beneficia o Sporting, estarei de acordo".

Por outro lado, o discurso de Manuel Machado, técnico do Nacional, ficou marcado pelas críticas à arbitragem de Fábio Veríssimo, sobretudo devido à expulsão de Sequeira. Nas redes sociais, alguns adeptos do Benfica protestavam que nenhum dos lances que resultaram na amostragem da cartolina ao jogador madeirense merecia esse castigo, apontando para uma eventual arbitragem enviesada. 

As equipas alinharam com os seguintes jogadores: Sporting - Rui Patrício;  Esgaio, Paulo Oliveira, Naldo e Jefferson; Gelson Martins, Adrien Silva, João Mário (André Martins, 77') e Bryan Ruiz (Carlos Mané, 65');  Téo Gutierrez (Montero, 57') e Slimani.

Nacional: Rui Silva; Campos, Zainadine, Rui Correia e Sequeira; João Aurélio, Aly Ghazal e Washington; Luís Aurélio (Bonilla, 65'), Tiquinho Soares (Gustavo Henrique, 85') e Salvador Agra (Willyan, 66').  #Futebol