Resumo da partida.

Vitória justa da seleção chilena, foi a equipa que criou mais perigo no ataque principalmente na segunda parte. O Brasil entra a perder nesta fase de qualificação para o Mundial, algo que nunca tinha acontecido nas anteriores qualificações.

Os primeiros 45 minutos foram bem disputados pelas duas equipas a procurarem chegar à baliza adversária. Contudo, os guarda-redes de ambas as equipas não tiveram grande trabalho. A melhor ocasião pertenceu ao Chile aos 42 minutos com Alexis Sánchez a rematar ao poste, logo de seguida é Hulk com um cruzamento forte a obrigar Bravo a agarrar a bola a dois tempos. Já em período de compensação, Hulk obriga Bravo a nova defesa complicada.

Na segunda parte, o Brasil teve uma boa oportunidade para criar perigo logo aos 48 minutos mas Medel cortou a bola na hora H quando esta ia para Hulk que estava completamente isolado para fazer o golo. Aos 55 minutos nova bola ao poste por parte do Chile, desta vez foi Alexis Sanchéz a ter pontaria a mais. O Chile foi sempre a equipa que se aproximou com mais perigo da baliza e aos 72 minutos traduziu essa superioridade com um golo apontado por Eduardo Vargas na sequência de um livre indireto. O Brasil colocou em jogo Ricardo Oliveira e Lucas Lima mas as oportunidades de golo não surgiram para os lados da canarinha. Já perto do minuto do minuto 90 Alexis Sánchez confirmou a vitória do Chile num golo fácil onde só teve que empurrar a bola para o fundo da baliza a passe de Vidal.

Final da partida. Chile, 2 – Brasil, 0.

90+2' - Remate de Marcelo desviado para canto.

90' - Três minutos de tempo de compensação.

89' - GOLO DO CHILE! Marca Alexis Sánchez a passe de Vidal, o jogador do Arsenal só teve que empurrar para o fundo da baliza de Jefferson.

83' - Ricardo Oliveira remata ao lado da baliza de Bravo.

82' - Substituição no Chile. Sai Marcelo Díaz, entra Vilches.

82' - Substituição no Brasil. Sai Luiz Gustavo, entra Lucas Lima.

81' - Remate de Matías por cima da baliza de Jefferson.

79' - Remate de Ricardo Oliveira desviado para canto.

77' - Substituição no Brasil. Sai Hulk, entra Ricardo Oliveira.

74' - Douglas Costa remata ao lado da baliza de Bravo.

72' - GOLO DO CHILE! Marca Eduardo Vargas na sequência de um livre indireto batido por Matías Fernández.

70' - Matías Fernández bate o livre contra a barreira.

69' - Cartão amarelo para Luiz Gustavo por derrube a Matías Fernández.

67' - Mark González remata cruzado ao lado da baliza de Jefferson, Alexis ainda tentou a emenda mas não chegou à bola.

64' - Substituição no Chile. Sai Valdivia, entra Matías Fernández.

58' - Cartão amarelo para Marcelo Díaz por falta dura sobre Willian.

55' - Mais uma bola ao ferro do Chile! Desta feita foi Isla a acertar em cheio no poste.

52' - Óscar bate o livre contra a barreira, na recarga Óscar remata novamente mas atira ao lado.

50' - Livre perigoso para o Brasil já na meia-lua, falta de Vidal sobre Willian.

48' - Medel corta um contra-ataque perigoso do Brasil. Óscar tentava assistir Hulk para o golo.

Início da segunda parte. Sai o Chile com a bola.

As equipas reentram em campo! Tudo a postos para o início da segunda parte.

Resumo da primeira parte.

Primeira parte bem disputada pelas duas equipas, apesar do pouco trabalho que tiveram os dois guarda-redes. A melhor ocasião de golo pertenceu ao Chile por intermédio de Alexis Sánchez aos 42 minutos com um remate forte ao poste.

Intervalo na partida. Chile, 0 – Brasil, 0.

45+1' - Mais um remate de Hulk, Bravo segura a bola à 2ª tentativa.

45' - Remate de Jara para as mãos de Jefferson.

45' - Um minuto de tempo de compensação.

44' - Cruzamento perigoso de Hulk com Bravo a recolher a bola a dois tempos.

42' - Ao poste! Alexis remata  forte com a bola a bater com estrondo no ferro e a sair para pontapé de baliza.

41' - Substituição no Chile. Sai Francisco Silva, entra Mark González.

36' - Substituição no Brasil. Sai David Luiz, entra Marquinhos.

33' - David Luiz recebe assistência médica e não está em condições de continuar no jogo.

25' - Remate de Óscar a passar por cima da baliza chilena.

19' - Hulk remata ao lado da baliza de Bravo.

16' - Remate de Marcelo muito fraco e ao lado da baliza de Bravo.

14' - Boa jogada de ataque do Chile, o remate de Vargas sai perto da baliza de Jefferson mas a bola vai para fora.

13' - Marcelo Díaz remata à baliza mas Jefferson segura sem problemas, apesar da bola ter desviado num defesa brasileiro.

9' - Hulk bate forte um livre direto, a bola passa ao lado da baliza de Bravo.

5' - Vargas tem o primeiro remate da partida, a bola vai diretamente para as mãos de Jefferson.

00:34 - Início da primeira parte. Sai o Brasil com a bola.

00:24 - As equipas já estão em campo, vamos já de seguida ouvir os hinos das duas Seleções.

00:10 - Onze inicial e suplentes do Chile.

Onze inicial: Claudio Bravo (GR), Mauricio Isla, Francisco Silva, Gary Medel, Jean Beausejour, Gonzalo Jara, Marcelo Díaz, Arturo Vidal, Alexis Sánchez, Jorge Valdivia e Eduardo Vargas.

Suplentes: Christoph Toselli (GR), Johnny Herrera (GR) Miko Albornóz, Eugenio Mena, Felipe Gutiérrez, Mark González, Esteban Carvajal, Matías Fernández, Christián Vilches, Fabián Orellana, Jaime Valdéz e Esteban Paredes.

Selecionador do Chile: Jorge Sampaoli.

00:10 - Onze inicial e suplentes do Brasil.

Onze inicial: Jefferson (GR), Daniel Alves, David Luiz, Miranda, Marcelo, Douglas Costa, Elias, Óscar, Willian, Hulk e Luiz Gustavo.

Suplentes: Marcelo Grohe (GR), Alisson Becker (GR), Fabinho, Fernandinho, Ricardo Oliveira, Kaká, Marquinhos, Gil, Filipe Luís, Augusto, Lucas Moura e Lucas Lima.

Selecionador do Brasil: Dunga.

16:00 – Sejam bem-vindos ao Estádio Nacional de Santiago, o jogo Chile-Brasil marca o arranque das duas seleções no apuramento para o Mundial de 2018.

As equipas da América do Sul vão dar o pontapé de saída na se apurarem para o Rússia 2018. A Confederação Sul-americana de #Futebol conta com 10 seleções participantes que vão jogar todas entre elas, sendo que 4 vão garantir o apuramento direto para o Mundial, o 5.º classificado irá ainda disputar um playoff de acesso.

O Chile, que conquistou recentemente a sua primeira Copa América, recebe o Brasil que procura voltar a ter uma seleção competitiva, capaz de lutar pelos principais títulos em que se envolve. Nos últimos jogos entre estas duas equipas, o Brasil tem vencido o Chile mas uma vitória da seleção chilena vai permitir a ultrapassagem da mesma no ranking da FIFA sobre a seleção canarinha, algo que nunca aconteceu.

A pressão está quase toda colocada em cima da seleção de Dunga depois de uma eliminação humilhante no Mundial de 2014 e de uma saída precoce da Copa América em 2015. #Directo #Mundial 2018