Resumo do jogo.

AS duas equipas disputaram um boa partida, no entanto, foi o Chile que  teve mais (e melhores) oportunidades para marcar. Precisamente, o Chile teve a primeira grande oportunidade do jogo. Aos 12', o remate Vargas assustou o guarda-redes canarinho, mas a bola passou ao lado da baliza. Aos 25' Oscar aproveitou o cruzamento de Daniel Alves (e o falhanço de Hulk) para chutar à baliza chilena. Aos 41', surgiu o melhor dos lances do primeiro tempo, Alexis rematou e a bola acertou no poste. Na segunda parte, o Brasil entrou melhor em campo, mas não conseguiu criar nenhum lance temível. O Chile acabou por se impor no jogo. Aos 56', o Chile acertou novamente no poste da baliza de Jefferson. Desta vez, a proeza teve como autor: Isla.  Aos 67', González fez um remate cruzado... que por pouco  não deu em golo. Aos 71', o antigo jogador do Sporting, Matías Fernandez, bateu um livre, a bola acabou por chegar a Vargas que, na área brasileira, rematou e fez assim o 1-0. Aos 89', Vidal cruzou e Alexis só teve de encostar. Estava feito o 2-0 para o Chile. 

46' - Final da Partida. O Chile consegue finalmente vencer o Brasil e, com este triunfo, ultrapassa (pela primeira vez) os canarinhos no ranking da FIFA. O Chile entra  com o "pé direito" na fase de apuramento. 

89' - É GOLO! GOLO! Vidal fez a assistência Alexis apenas teve que empurrar a bola para o fundo da baliza de Jefferson.

83' - Substituição no Chile: Saiu Marcelo Díaz e entrou Vilches.

81' - Substituição no Brasil: Saiu Luiz Gustavo e entrou Lucas Lima.

76' - Substituição no Brasil: Saiu Hulk e entrou Ricardo Oliveira.

71'- É GOLO! GOLO! Num livre marcado por Matíaz Fernandez, Vargas na área, rematou e fez o 1-0 para o Chile. 

68' - Cartão amarelo para Luíz Gustavo. 

67' - González fez um remate cruzado e a bola não entrou na baliza brasileira por muito pouco. 

63' - Substituição no Chile: Saiu Valdivia e entrou Matíaz Fernandez.

57' - Cartão amarelo para Marcelo Díaz. Fez um "carrinho" a William. 

56' - Chile esteve perto do golo mais uma vez!  Isla chutou e a bola bateu no poste. 

01h37- Começa a segunda parte. Sai a jogar o Chile. 

Resumo da primeira parte. 

Os primeiros 45 minutos foram um bom espetáculo. As duas equipas foram bastante equilibradas. O empate é um resultado aceitável, embora o Chile pudesse ter saído para o intervalo em vantagem. Num jogo em que as oportunidades flagrantes de golo tem sido escassas, foi a equipa chilena que teve o melhor lance. Aos 41', um remate de Alexis levou a bola ao poste da baliza de Jefferson.

 

46' - Fim da primeira parte.

41'- Bola no poste! Grande oportunidade para o Chile!  Alexis fez um grande remate. 

41' - O Chile também faz uma substituição: Saiu Silva e entrou González. 

34' - David Luíz lesionou-se. Para o seu lugar, entrou Marquinhos.

25' - Daniel Alves cruzou, Hulk não conseguiu controlar a bola e esta chegou a Oscar, que  rematou e esteve perto do golo.

20' - Silva teve lance violento com Douglas e deveria ter recebido o cartão amarelo. 

13' - Jogada perigosa do Chile, resultou num remate de Vargas. A bola passou muito perto da baliza adversária. 

12' - Num canto para o Chile, Beausejour chutou, a bola bateu num jogador do Brasil, mas Jefferson estava atento. 

8' - Foi livre para o Brasil. Hulk rematou e a bola passou a meio metro da baliza chilena.  

00h34 - Início da Partida. Saiu a jogar o Brasil.

00h32 - Cumpre-se 1 minuto de silêncio.

00h27- Toca o hino do Chile.

00h25- Toca o hino brasileiro. 

Sistema tático: 3-5-2.

11 inicial: Bravo (GR) (C), Isla, Medel, Jara, Silva, Díaz, Beausejour, Vidal, Valdivia, Vargas e Alexis Sánchez 

Suplentes: Toselli (GR), Johnny Herrera (GR), Mena, Albornoz, Gutiérrez, González, Carvajal, Matías Fernandez, Vilches, Orellana, Valdés e Paredes.

Treinador: Jorge Sampaoli.

Sistema tático, onze inicial, suplentes e técnico do Brasil. 

Sistema tático: 4-5-1.

11 inicial: Jefferson (GR), Daniel Alves, Miranda, David Luiz, Marcelo, Luiz Gustavo, Elias, Douglas Costa, Oscar,  Willian, Hulk.

Suplentes: Marcelo Grohe (GR), Alisson (GR), Fabinho, Filipe Luís, Marquinhos, Gil,  Fernandinho, Káká, Lucas Lima, Renato Augusto, Lucas e Ricardo Oliveira.  

Treinador: Dunga.

Equipa de Arbitragem. 

Árbitro:  Roddy Zambrano (Equador).

Árbitros assistentes: Christian Lescano e Byron Romero (ambos do Equador).

4º árbitro: Carlos Orbe (Equador).

23h55 - A Blasting News vai acompanhar o grande jogo: Chile X Brasil. Esta partida é referente à primeira jornada do apuramento sul americano para o #Mundial 2018

O Estádio Nacional de Santiago vai receber um jogo grande. O Chile é apontado como o favorito para este encontro. O mais recente vencedor da Taça Sul Americana, é segundo a FIFA, a atual 9ª melhor seleção do mundo (1177 pontos). Hoje,  em caso de vitória, vai poder festejar perante o seu público, não só os 3 pontos, como também a inédita oportunidade de ultrapassar  os Brasileiros no ranking. Os Canarinhos, que são  7º classificados na lista FIFA (1204 pontos), apesar de estarem longe dos tempos aúreos, não deixam de ser uma das melhores seleções do mundo. 

As estatísticas indicam que o Brasil tem um histórico de resultados a seu favor. Há 15 anos que não perde com o Chile

Para este encontro, Gonzalo Aránguiz (lesionado)  não entra nas contas do Chile. Já no Brasil, não são opções: Neymar (a cumprir castigo) , Rafinha (que recusou a chamada) e Coutinho, Firmino e Danilo (3 jogadores que inicialmente tinham sido convocados, mas que foram excluídos devido a problemas físicos).

Após o termo do encontro, está previsto, serem oferecidos os equipamentos utilizados pelos jogadores de ambas as equipas,  à Cruz Vermelha. Posteriormente vai ser feito um leilão. O dinheiro obtido será utilizado para melhorar a vida de pessoas que sofreram com o violento terramoto no Chile.

.

#Futebol #Directo