Em maio de 2015 José Peseiro era um dos 3 treinadores apontados ao São Paulo FC. Chegaram a existir conversações entre o treinador e o clube brasileiro. No entanto, os brasileiros acabaram por optar pelo técnico colombiano Juan Carlos Osorio. Agora, poucos meses depois, Osorio está de saída (está a caminho da seleção mexicana) e Peseiro, que está sem clube desde fevereiro, é mais uma vez uma possibilidade para o futuro do São Paulo FC. 

Em conversa telefónica com o site UOL Esporte, Peseiro foi cauteloso, mas mostrou agrado com a hipótese de rumar ao Brasil: "Neste momento não vou comentar algo que não é objetivo. O São Paulo é uma grande equipa e quem é que não quer treinar o São Paulo? Uma das maiores equipas do mundo, do Brasil, das mais conhecidas do mundo".

Nas reuniões tidas em maio o presidente do São Paulo ficou surpreendido com os conhecimentos futebolísticos do português. E a sua contratação só não aconteceu devido às exigências salariais do português, que desejava receber por mês 500 mil reais, o que significaria o dobro do que Osorio recebe (250 mil reais).

Serão as questões financeiras que poderão pesar novamente. No entanto, se Peseiro e o São Paulo FC ultrapassarem essa questão, o português, que entre outros já treinou o Sporting CP, o SC Braga e o Panathinaikos, pode mesmo chegar ao Brasil. De acordo com o site UOL Esporte, o uruguaio Diego Aguirre, antigo atleta do clube, é também um nome bem visto por muitos dirigentes do São Paulo FC.

Al-Ahly também pondera Peseiro

O maior clube egípcio e de  África, o Al- Ahly, após a derrota no último domingo (frente aos sul-africanos do Orlando Pirates, em jogo a contar para Confederation Cup), decidiu despedir o técnico Fathi Mabourk. Segundo o jornal Record, o Al- Ahly está interessado em José Peseiro: "O nome do novo treinador ainda não está decidido. O anúncio será feito depois da Supertaça. Não é verdade que me tenha reunido com o senhor Peseiro em Londres. Todos os nomes que surgem na imprensa são rumores. De momento não falamos de nenhum nome", contou o presidente do gigante egípcio, Mahmoud Taher.  

Para além de Peseiro, o Al-Ahly também pensa nos portugueses Manuel José (que ,recorde-se, tem um passado de enorme sucesso naquele clube), Carlos Queiroz e Luís Martins#Brasileirão