Neste Domingo, 15 de Novembro, Franco Cervi sofreu um acidente na Argentina. O jogador ia ao volante do seu automóvel quando se deu o embate. Foi de imediato transportado para o hospital. Apesar do aparato do acidente, apenas teve ferimentos ligeiros.

O jogador, que no passado mercado de transferências de Verão esteve no centro da disputa entre Sporting e Benfica, sofreu um aparatoso acidente na manhã deste Domingo. Segundo o site TyCSports, o acidente ocorreu por volta das 7 horas da manhã (hora Argentina, 10 horas portuguesas), na localidade de Granadero Baigorria, em Santa Fé.

As autoridades ainda investigam o que pode ter originado o embate na Avenida San Martín. O acidente deu-se com um carro com motorista, alugado para o transporte de pessoas e denominado remisero. O carro de Cervi embateu na traseira deste veículo.

As pessoas envolvidas no acidente foram de imediato transportadas para o Hospital Eva Perón. Franco Cervi, após observação clínica, teve alta hospitalar. Sofreu apenas uma ligeira lesão na cervical devido ao impacto do acidente.

Franco Cervi é um jogador de 21 anos, considerado um jovem muito promissor no futebol argentino. Foi contratado pelo #Benfica no passado mês de Setembro, por uma verba a rondar os 4,7 milhões de euros e assinou por seis temporadas.

A grande questão tem-se prendido com o facto de não se saber se Cervi irá integrar a equipa encarnada ainda no decorrer desta época, 2015-2016, no próximo mês de Janeiro, como é vontade do Benfica, ou se apenas começará a jogar de águia ao peito no início da próxima época, como é vontade do Rosário Central, que pretende contar com a sua estrela maior na Taça dos Libertadores, que começa no início do próximo ano.

Franco Cervi é canhoto, joga preferencialmente pelas alas ou como número 10, apesar de o próprio, em entrevista dada a uma rádio de Rosário, ter admitido que esta época já jogou quer como avançado, quer como número 8, sendo o mais importante para si jogar e ajudar a equipa.

Certo é que o jogador está livre de perigo e o #Acidente Rodoviário, apesar de muito aparatoso, não passou de um grande susto, sem perdas a lamentar.