Quem pensava que Casillas ia para o Real Madrid, pode já abandonar essa ideia. Depois de a rádio Espanhola Cadena SER ter revelado que Zidane, já apresentado como treinador do Real Madrid após a demissão de Rafa Benitéz, tinha ligado a Iker Casillas para deixar o FC Porto e voltar ao Real Madrid, onde foi muito feliz, a rádio afirmou ter-se enganado e revelou o autor da brincadeira: um imitador de um meio de comunicação social francês.

Tudo esclarecido, Casillas continuará no Dragão, provavelmente até 2017 (segundo o contrato) com mais um de opção. Casillas foi muito feliz no Real Madrid, onde passou toda a sua carreira antes de ir para o FC Porto. Lá fez 725 jogos na equipa principal, ganhando 463 jogos, empatando 126 e perdendo os restantes 136. Um dos momentos mais altos da sua carreira no Real foi a conquista da Champions pelo Real Madrid na época 1999/00, quando tinha apenas 19 anos. Enquanto jogou pelos "Merengues", além dessa Champions em 2000, conquistou mais outros 21 títulos, incluindo mais duas Champions.

Apesar de ser uma das maiores figuras da história do clube, Casillas acabou por não receber uma despedida digna da estrela que foi e continua a ser, segundo muitos. Além disso, nos últimos anos, acabou por perder a titularidade na equipa de Madrid e foi criticado pelos adeptos, mas isso não o impede de ser uma das maiores figuras do clube, ainda para mais ao saber-se que dedicou 24 anos a jogar no Real, 15 anos na equipa principal.

No FC Porto, Casillas tem feito um bom trabalho, com uma boa defesa no clássico em Alvalade onde o FC Porto acabou por perder, mas sem culpa do guarda-redes espanhol, mas também com boas defesas frente ao Benfica e uma defesa de um penalti também para o campeonato. O erro mais grave cometido por Casillas foi o frango na receção ao Dínamo de Kiev para a Liga dos Campeões. Além de Casillas, o FC Porto também tem como opção para a baliza Helton, outro veterano que é o segundo com mais títulos conquistados no plantel, só ultrapassado pelo seu colega Iker. Assim a baliza Merengue continuará a ser defendida por Keylor Navas, que até já foi associado ao FC Porto antes de ir para o Real, e a da FC Porto continuará a ter como guardião "San Iker". #F.C.Porto