O jogo de domingo do #Real Madrid contra ao Sporting Gijón tinha tudo para ser perfeito: Sem grandes complicações, o Real Madrid ganhava por 5-0 ao adversário. Parecia que iria ser uma tarde perfeita para Zidane, mas aos 52 minutos um lance polémico envolvendo Cristiano Ronaldo marcou o jogo, podendo mesmo provocar o seu afastamento nos próximos jogos.

Depois de esta semana o jogador português ter sido notícia pelo ensaio fotográfico com a modelo brasileira Alessandra Ambrósio, o lance do jogo de domingo não promete menos. Aos 52 minutos, quando Real Madrid vencia tranquilamente, com 2 golos apontados pelo português, Cristiano envolveu-se num lance polémico com Nacho Cases. Ronaldo, sem bola, embateu contra o futebolista, tendo depois dado um pontapé no jogador, provocando a queda do adversário.

Como é possível ver no vídeo anterior, CR7 estava já sem bola quando embateu no número 10 do Sporting Gijón e provocou um toque, não deixando o jogador continuar, podendo até provocar um lance de perigo para o Real.

Os jogadores do Sporting Gijón pediram a expulsão do jogador português, mas o árbitro não assinalou qualquer falta, mesmo após Cases ter mostrado a marca causada na perna. O jogo terminou com o resultado de 5-1 para o Real.

A imprensa espanhola, pelo contrário, fala em agressão e afirma mesmo que, sendo esta a quarta agressão do jogador, a #Liga Espanhola deve impor um castigo, complicando a equipa numa altura sensível do campeonato espanhol e depois de o Real ter sido proibido pela FIFA de contratar jogadores durante um ano.

No final do jogo, ao falar com os jornalistas, o jogador afirmou que não foi propositado. "Foi instintivo. Talvez pudesse ter visto cartão amarelo. Se lhe desse um pontapé de propósito não se levantava. Não devia ter feito isso". 

Os jornalistas não perderam a oportunidade e questionaram-no também pelo sua relação com Messi. O jogador afirmou que tem uma boa relação com Messi e que até se têm aproximado. Na gala de atribuição da Bola de Ouro, ele terá mesmo sido intérprete de Neymar e do argentino. "Disse-lhes que tinham de pagar-me (risos)", afirmou Ronaldo. #Cristiano Ronaldo