A 18ª jornada da Liga NOS teve início em Alvalade, com o líder Sporting a receber e a empatar com o último classificado, o Tondela, jogo que terminou empatado 2-2 e fica marcado pela expulsão do guarda-redes e capitão leonino, Rui Patrício.

A  Académica de Coimbra recebeu o Paços de Ferreira, equipa que terminou o jogo com menos um jogador (Romeu foi expulso aos 85'). O jogo no Estádio Cidade de Coimbra não foi além do empate a uma bola, resultado esse fixado já ao intervalo, com golos de Diogo Jota aos 17', colocando a equipa visitante na frente do marcador, e João Real a empatar em cima do intervalo (46'). O dérbi madeirense disputado entre o Marítimo e o recém-promovido União da Madeira ficou marcado pela expulsão de três jogadores da equipa da casa, o Marítimo (Raúl Silva aos 24', Rúben Ferreira aos 92' e Dirceu aos 93'), terminando com a vitória da equipa visitante por 0-1, com golo apontado pelo jogador venezuelano Jhonder Cadiz (50'), que tinha entrado ao intervalo. O Sport Lisboa e #Benfica deslocou-se ao recinto do Estoril Praia, que se adiantou no marcador por Léo Bonatini aos 11' de jogo. A primeira parte terminou 1-0 para o conjunto da casa. O avançado grego Kostas Mitroglou entrou ao intervalo para render o mexicano Raul Jiménez e 7' depois apontou o golo que concedeu o empate no Estádio António Coimbra da Mota. O médio Pizzi selou o resultado em 1-2 para o Benfica, aos 68'.

O Rio Ave, agora 7º classificado, foi derrotado em casa pelo Belenenses, que aproveitou para somar três pontos extremamente complicados no Estádio dos Arcos. O marcador foi inaugurado pela equipa visitante aos 12', pelo lateral-esquerdo Filipe Ferreira, após assistência do médio ex-Benfica, Carlos Martins. Ukra, após enviar uma bola à barra (18'), conseguiu mesmo chegar ao golo e conseguir o empate para a equipa de Vila do Conde, aos 25'. Contudo, o avançado português de 21 anos Fábio Sturgeon fechou o marcador aos 42' para a equipa de Belém. O Arouca até começou a ganhar, após um pénalti convertido por David Simão ao primeiro quarto de hora, mas concedeu o empate ao Moreirense aos 24', pelo francês Pierre Sagna. Nuno Coelho, jogador da equipa da casa - o Arouca -, foi expulso e concedeu pénalti aos 93'. Vítor Gomes, médio da equipa de Moreira de Cónegos, não perdoou e arrancou surpreendentemente os 3 pontos em casa do Arouca.

Um grande jogo disputado na "Choupana", entre o Nacional da Madeira de Manuel Machado e o SC Braga de Paulo Fonseca, terminou com uma expulsão para cada lado e com vitória dos "arsenalistas" por 2-3. O defesa-central francês pretendido pelo FC Porto, Willy Boly, após uma entrada rápida na pequena área, "fuzilou" o guarda-redes Rui Silva e deu a vantagem ao Braga (20'), tendo acabado por ser expulso ao cometer pénalti 4' depois (24'), que Willyan Silva converteu, estabelecendo o empate na Madeira. Antes das equipas recolherem ao balneário, Pedro Santos ainda enviou uma bola à barra, sendo que fez constar o seu nome no livro de marcadores aos 59', depois da expulsão do central moçambicano Zainadine Júnior (57'). O SC Braga ainda ampliou a vantagem aos 77' pelo avançado sérvio Nikola Stoiljkovic. Salvador Agra, que já pertenceu aos quadros da equipa minhota, fechou o marcador em 2-3.

A última surpresa da primeira ronda da segunda volta do campeonato teve lugar no Estádio D. Afonso Henriques, com o triunfo da equipa do Vitória de Guimarães sobre o FC Porto por 1-0, que falhou a aproximação ao Sporting e permitiu o distanciar do Benfica. Bouba Saré, aos 4', aproveitou o "brinde" do guarda-redes espanhol e campeão mundial, Iker Casillas, e fez o único golo da partida.O jogo ficou marcado pelo domínio do FC Porto, mas sem grandes situações de perigo, e pela eficácia defensiva do Vitória. Ficou também sublinhado pela primeira derrota de Rui Barros no comando da equipa portista e pela expulsão de Aboubakar.

Esta segunda-feira encerrará a 18ª jornada com o jogo no Bessa entre o Boavista e o V. Setúbal, às 20 horas. #F.C.Porto #Primeira Liga Portuguesa