Esteve longe de ser pacífico o encontro entre FC Porto e #Benfica, em Londres. O jogo, de futebol, foi referente aos quartos de final da Premier League International Cup, uma competição organizada pela Inglaterra, entre formações sub-21. As equipas B dos dois clubes discutiram, na noite desta quarta-feira, uma vaga nas meias-finais da competição, no estádio The Den, em Londres. A vitória sorriu ao FC Porto, por 1-0, mas os incidentes que se seguiram mancharam qualquer exibição. 

No final do encontro, o guarda-redes da equipa do FC Porto, Raul Gudiño, dirigiu-se à bancada, onde entregou a sua camisola a um jovem adepto portista, que estava incapacitado numa cadeira de rodas. A alegria da criança, o pequeno Leo, foi imediata, mas pouco duradoura. Quando o atleta do FC Porto se afastou, alguns adeptos do Benfica, teriam-se aproximado da criança, que estava com os pais, e entre várias ameaças, roubaram-lhe a camisola e o cachecol que o menino trazia, de apoio ao clube. 

Seguiram-se momentos de tensão e a comitiva do FC Porto teve mesmo que sair, com escolta do estádio londrino, tal a confusão que se gerou. Numa competição internacional, entre equipas ainda em formação, viveram-se momentos muito feios, aparentemente pelo comportamento das claques, que não engrandece, em nada, o futebol português. 

No Facebook, a mãe do menino partilhou o momento vivido, posteriormente comprovado pelo Jornal de Notícias. A mãe do pequeno relatou que viveram momentos de pânico, em que os adeptos do Benfica teriam mesmo empurrado a cadeira de rodas da criança, deixando o menino "aos gritos e cheio de medo". 

Antes deste incidente, já durante o encontro, os adeptos se tinham manifestado de forma nada amistosa. Logo após o único golo do encontro, apontado pelo brasileiro Gleison, os adeptos do Benfica teriam atirado uma garrafa de água na direcção do treinador do FC Porto, Luis Castro, gerando logo ali uma pequena confusão, que se agravaria mais tarde. 

No que ao futebol diz respeito, o FC Porto apurou-se para as meias-finais, onde também já se encontra o Chelsea, quando ainda faltam desenrolar-se os restantes encontros dos quartos-de-final: Sunderland - PSV e Villareal - Athletic de Bilbau.  #F.C.Porto #Crime