O FC Porto voltou a desiludir e, desta vez, os adeptos não perdoaram o capitão da equipa. No Dragão, a equipa da casa foi surpreendida pelo Arouca, perdendo por 1-2, e os 30 mil adeptos que se deslocaram ao estádio saíram mais desanimados do que nunca. O campeonato está cada vez mais complicado de conquistar e os adeptos não perdoaram a actuação de Maicon. O central e capitão de equipa cometeu um erro infantil, que isolou Walter para o seu segundo golo do jogo. Para piorar, o jogador não continuou em campo, pedindo para ser substituído, e saiu debaixo de um coro de assobios. 

Continua difícil a vida do FC Porto. Agora sob a orientação de José Peseiro, a equipa voltou a ceder pontos e em "casa". Além da derrota, o ambiente parece degradar-se entre os adeptos e a equipa. 

O Arouca surpreendeu o FC Porto desde o início, quando em apenas onze segundos desfez a igualdade, apanhando toda a defesa da equipa desprevenida para um golo muito madrugador. Os "dragões" ainda chegariam à igualdade, por Aboubakar, e já durante a segunda parte ainda conseguiriam marcar o golo da vantagem. No entanto, foi (mal) anulado pela equipa de arbitragem e, pouco depois, um erro clamoroso de Maicon entregou a vitória ao Arouca. 

O central do FC Porto, que é também o capitão de equipa, queixou-se de uma lesão e pediu para sair, uma decisão que os adeptos não viram com bons olhos, entendendo a atitude do jogador brasileiro como um abandonar da equipa e desistir da luta. Peseiro fez entrar Rúben Neves e Maicon sentou-se, cabisbaixo, no banco. 

Após o encontro, o jogador foi insultado nas redes sociais por aficionados do FC Porto e a esposa, Ursula Roque, saiu em defesa do jogador, alegando que o mesmo está a jogar lesionado há quatro meses e que "o erro é de quem se diz doutor". Numa declaração muito dura, a esposa de Maicon chega mesmo a dizer que o atleta pediu para parar e não foi autorizado, o que seria demonstrativo da sua dedicação. 

Pouco depois, a brasileira apagou a publicação, mas a mesma já se tinha tornado viral. Também o irmão de Maicon, Muller Roque, saiu em defesa do atleta, com acusações idênticas às de Ursula. "Mano sua família está contigo, a culpa não é sua é de certos doutores que não sabem fazer as coisas corretas", escreveu Muller nas redes sociais. 

Maicon não treinou na manhã desta segunda-feira e teria ficado a fazer tratamento. Mas são muitos os adeptos que pedem a saída do central brasileiro do clube. Rodolfo Reis, antigo capitão do FC Porto e comentador de futebol na SIC Notícias, foi um deles: "Não pode nem deve jogar mais no FC Porto". 

Ouça as palavras duras de Rodolfo Reis:

E o leitor, o que pensa desta situação? Maicon tem condições para continuar? Comente.  #F.C.Porto #Primeira Liga Portuguesa