O #Sporting CP venceu o Nacional por 4-0 no Estádio da Madeira e regressa assim à liderança isolada, estando 3 pontos à frente do Benfica, que está em segundo lugar, e 6 pontos à frente do FC Porto que continua em terceiro lugar. Os leões tinham a oportunidade de se distanciarem dos encarnados, depois do comprometedor empate com o Rio Ave na jornada anterior. O empate bastaria para tal, depois da derrota do Benfica com o FC Porto, mas o Sporting, além dos 3 pontos, rubricou uma exibição eficaz e convincente, fazendo esquecer o desaire face aos vila-condenses.

Logo ao minuto 3, Slimani inaugurou o marcador fazendo um golo de cabeça seguido de um canto batido por João Mário. Aos 9 minutos, o Nacional quase provocou o empate, depois de um livre, mas Rúben Semedo conseguiu cortar a bola para canto. Logo a seguir, aos 11 minutos, Zeegelaar viu um cartão amarelo depois de uma entrada violenta sobre Salvador Agra. Ainda na primeira parte, William Carvalho viu também um cartão amarelo. 

No fim da primeira parte, aos 44 minutos, Slimani fez tabela com João Mário e depois cruzou para Mané, que rematou a raspar o poste esquerdo e quase fez o segundo golo do Sporting. O árbitro deu apenas um minuto de compensação mas nem o Nacional nem o Sporting tiveram oportunidades nesse pouco tempo. No intervalo o treinador do Nacional, Manuel Machado, fez mudanças na equipa tirando Ricardo Gomes e pondo Joan Román no seu lugar.

Já na segunda parte, aos 51 minutos, Ruiz entrou na grande área com a bola e Rui Carreira, em desequilíbrio, acabou por tocar com a mão esquerda na bola, junto ao solo. Foi sancionado com o cartão amarelo e foi assinalado penálti para o Sporting. Fez assim a equipa leonina o segundo golo aos 52 minutos, por Adrien Silva; o guarda redes do Nacional ainda adivinhou o lado e tocou na bola com a ponta dos dedos mas não conseguiu evitar o golo. Depois de sofrer o segundo golo, Manuel Machado esgotou as substituições, tirando Ali Ghazal e Toquinho por Nenê Bonilha e Rodrigo Pinho.

Passados 11 minutos do segundo golo, o Sporting faz o terceiro aos 60 minutos, na recarga de João Mário depois de um remate de Slimani à barra. Jorge Jesus fez a sua segunda substituição aos 72 minutos, tirando o autor do segundo golo, Adrien Silva, por Aquilani. Ainda dentro dos 70 minutos ,Slimani quase fez o seu segundo golo do jogo; estando frente a frente com o guarda redes do Nacional, tentou o chapéu mas sem sucesso.

Aos 85 minutos, Slimani consegue fazer o seu segundo golo do jogo e 18.° na liga, concretizando também o seu terceiro Bis consecutivo em jogos fora pelo campeonato. Ainda aos 90 minutos, o Nacional quase fez o seu golo de “honra”,  mas o esférico bateu no poste e saiu. O Sporting CP vence e fica assim isolado e novamente em primeiro lugar na liga. #Primeira Liga Portuguesa