Após os atentados de Bruxelas e a activação do nível de ameaça terrorista no máximo, a Real Federação de Futebol da Bélgica (RBFA) confirmou o cancelamento do jogo entre Portugal e Bélgica. A partida iria jogar-se na próxima semana, dia 29 de Março, em Bruxelas. No entanto, o encontro foi mudado para Portugal - a decisão foi tomada nas últimas horas pelas federações de ambos os países, que transferiram o jogo para Leiria. A partida realiza-se na próxima terça-feira, 29 de Março, pelas 19h45.

Segundo a agência Reuters, o jogo amigável de preparação para o Euro 2016 não iria mesmo acontecer na Bélgica, no estádio King Baudouin. As condições de segurança do país obrigam a que muitos dos eventos sejam adiados ou até mesmo cancelados. Bruxelas mantém-se ainda em estado de alerta após os atentados reivindicados pelo Estado Islâmico.

Segundo alguns meios de comunicação belgas, o seleccionador belga Marc Wilmots e a restante equipa pretendiam seguir com o jogo em Bruxelas, excluindo a possibilidade de se deslocarem a Portugal. No entanto, a decisão tomada será sobretudo por "razões de segurança e precaução". Já no ano passado a Bélgica cancelou a partida frente à #Selecção espanhola devido aos ataques de Paris.

O treino de ontem, 22 de Março, foi cancelado por respeito às vítimas das explosões em Bruxelas. A equipa deixou uma mensagem de apoio no seu Twitter, referindo que, naquele momento, "o futebol não era importante" e o treino tinha sido cancelado.

A selecção portuguesa irá jogar esta sexta-feira, dia 25 de Março, contra a Bulgária, e recebe a Bélgica na próxima terça-feira. A Federação Portuguesa de Futebol já comunicou que o ingresso para o duelo frente à Bulgária será também válido para o jogo frente à Bélgica.

Em virtude desta decisão, a Federação belga de futebol agradeceu a disponibilidade e a solidariedade prestadas pela Federação Portuguesa de Futebol. Recorde-se que, até à data, contam-se 31 mortos confirmados e 261 feridos, alguns deles em estado grave, após os atentados de Bruxelas.  #Euro2016 #Terrorismo