Segundo o jornal desportivo Record, o presidente do #Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalhona sua conta pessoal do Facebook, abordou de forma contundente o súbito fenómeno de honestidade que se levanta no futebol português, comparando-o mesmo com um antigo programa de TV chamado "Perdoa-me". Na sua opinião, tal acontece por causa do medo de que possa existir algum processo aos jogadores encarnados envolvidos em lances polémicos, referindo-se mais concretamente ao jogo no Restelo entre Belenenses e #Benfica, em que existiu um lance em que o jogador encarnado Renato Sanches supostamente atingiu com o cotovelo Sturgen da equipa do Belenenses; jogador sobre o qual, segundo o líder leonino, o Benfica terá direito de opção de compra e que veio ilibar o jogador encarnado desse lance depois do jogo: "No movimento de corrida atingiu-me com o braço na cara, não foi intencional e ele pediu-me desculpa. Era falta, mas o árbitro não considerou, talvez para amarelo mas não para vermelho".

Já mais recentemente, no encontro entre o Benfica e o União da Madeira, já perto do fim existiu um lance duvidoso dentro da grande área da equipa da casa, em que Élio Martins parece cair num choque com o defesa encarnado Jardel e, caso o árbitro considerasse que tivesse existido falta, muito possivelmente o jogador seria "amarelado" e ficaria de fora do derby do próximo Sábado. Tal como na situação do Restelo, mais uma vez também depois do jogo apareceu o jogador envolvido no lance a ilibar o defesa encarnado: "Não foi falta nenhuma, houve um desequilíbrio quando senti a presença do defesa, tentei colocar a bola com o pé esquerdo, mas podia tê-lo feito mais cedo, pois tive tempo".

Está levantada a polémica e um pouco pelas redes sociais é comentado o episódio em que a equipa madeirense treinou na academia do Benfica, no Seixal, antes do jogo na Luz e também o facto de o treinador da equipa da Madeira e ex-jogador e treinador do Benfica, Norton de Matos, ainda na antevisão do encontro ter afirmado que não era obrigatório pontuar, tendo-se regozijado no final do encontro por ter recebido a camisola de Renato Sanches no jogo da Madeira entre as duas equipas e pelo facto de no jogo da Luz ter recebido a camisola de Lindelöf, aludindo ainda ao trabalho que teve na formação do Benfica em 2012/13. #Primeira Liga Portuguesa