Resumo do jogo

Uma primeira parte bem disputada por parte das duas equipas determinou o resultado deste jogo. O Chile começou melhor e acabou por marcar primeiro aos 11 minutos por intermédio de Felipe Gutiérrez. No entanto, um grande golo de Di María aos 20 minutos empatou a partida e Mercado aos 25 minutos confirmou a reviravolta no marcador.

Na segunda parte, o Chile procurou chegar ao empate e criou boas situações para marcar, mas a eficácia da equipa chilena acabou por não ser a melhor. A Argentina procurou o contra-ataque lançando Messi e Di María em velocidade, mas o perigo para a baliza defendida por Bravo neste segundo tempo foi praticamente inexistente. Destaque menos positivo para duas saídas por lesão de jogadores chilenos, Matías Fernández aos 7 minutos e Marcelo Díaz aos 21 minutos.

Final da partida. Chile, 1 – Argentina, 2

90+3' - Cartão amarelo para o guarda-redes Claudio Bravo por falta sobre o guarda-redes Romero.

90+2' - Cartão amarelo para Otamendi por falta sobre Alexis.

90' - Livre batido por Alexis com a bola a passar ao lado da baliza.

87' - Cartão amarelo para Lavezzi.

84' - Lavezzi remata por cima da baliza de Bravo.

80' - Substituição na Argentina. Sai Di María, entra Lavezzi. A Argentina esgota as substituições.

78' - Di María remata para fora.

76' - Remate de Francisco Silva com a bola a passar rente ao poste direito da baliza de Romero.

73' - Substituição na Argentina. Sai Banega, entra Augusto Fernández.

73' - Remate de Higuaín contra um defesa chileno.

70' - Pinilla, acabado de entrar na partida, remata à malha lateral quando tinha somente Romero pela frente.

69' - Substituição no Chile. Sai Bryan Rabello, entra Pinilla. O Chile esgota as substituições.

67' - Substituição na Argentina. Sai Agüero, entra Higuaín.

65' - Agüero esteve muito perto de fazer o 1-3, o remate saiu ao lado.

60' - Grande defesa de Romero a remate de Orellana, poderia ter sido o golo do empate.

52' - Boa oportunidade de golo para o Chile, mas Alexis remata ao lado.

48' - Cartão amarelo para Funes Mori por entrada dura sobre Orellana.

47' - Cartão amarelo para Sergio Romero por retardar a reposição de bola.

Início da segunda parte. Sai a Argentina com a bola.

As equipas reentram em campo! Tudo a postos para o início da segunda parte.

Resumo da primeira parte

Uma primeira parte bem disputada por parte das duas equipas. O Chile começou melhor e acabou por marcar primeiro aos 11 minutos por intermédio de Felipe Gutiérrez. No entanto, um grande golo de Di María aos 20 minutos empatou a partida e Mercado aos 25 minutos confirmou a reviravolta no marcador. Destaque menos positivo para duas saídas por lesão de jogadores chilenos, Matías Fernández aos 7 minutos e Marcelo Díaz aos 21 minutos.

Intervalo na partida. Chile, 1 – Argentina, 2

45+3' - Quase o empate! Remate de primeira de Gutiérrez com a bola a passar rente à barra da baliza de Romero.

45' - Dois minutos de tempo de compensação.

42' - A Argentina volta a crescer na partida.

41' - Agüero cabeceia para fora.

40' - Remate de Di María contra um defesa chileno.

34' - Maior pressão do Chile nesta fase do jogo após um remate de Felipe Gutiérrez contra a defesa da Argentina.

31' - Cartão amarelo para Felipe Gutiérrez por falta sobre Mercado.

26' - Em cinco minutos a Argentina deu a volta ao marcador, o Chile já fez duas substituições na partida por lesão de Matías Fernández e de Marcelo Díaz.

25' - GOLO DA ARGENTINA! Golo de Mercado que foi bem desmarcado por Messi, o lateral-direito argentino não perdoou na cara de Bravo.

21' - Substituição no Chile. Sai Marcelo Díaz, entra Bryan Rabello.

20' - GOLO DA ARGENTINA! Grande golo de pé direito de Di Maria num remate em arco forte e colocado.

19' - O Chile joga neste momento com 10 jogadores.

18' - Marcelo Díaz recebe assistência médica, jogo interrompido.

11' - GOLO DO CHILE! Marca de cabeça Felipe Gutiérrez a passe de Orellana.

10' - Primeiro remate da Argentina a pertencer a Di María, a bola vai para fora.

8' - Francisco Silva tenta o golo, mas o remate sai para fora.

7' - Substituição no Chile. Sai Matías Fernández, entra Francisco Silva.

7' - Matías Fernández não vai continuar na partida.

4' - Matías Fernández recupera de lesão e regressa ao jogo.

23:30 - Início da primeira parte. Sai o Chile com a bola.

23:27 - As equipas já estão em campo, vamos já de seguida ouvir os hinos das duas Seleções.

23:20 - Onze inicial e suplentes do Chile

Onze inicial: Claudio Bravo (GR), Mauricio Isla, Gary Medel, Gonzalo Jara, Eugenio Mena, Marcelo Díaz, Felipe Gutiérrez, Orellana, Matías Fernández, Jean Beausejour e Alexis Sánchez.

Suplentes: Jhonny Herrera (GR), Toselli, Enzo Andia,  Miko Albornóz, Francisco Silva, Paulo Diaz, Bryan Rabello, Fernando Menezes, Angelo Henríquez, Eduardo Vargas e Mauricio Pinilla.

Selecionador do Chile: Juan Antonio Pizzi.

23:20 - Onze inicial e suplentes da Argentina

Onze inicial: Sergio Romero (GR), Mercado, Ramiro Funes Mori, Nicolás Otamendi, Marcos Rojo, Lucas Biglia, Kranevitter, Ever Banega, #Lionel Messi, Kun Agüero e Ángel di María.

Suplentes: Nahuel Guzmán (GR), Geronimo Ruuli, Pablo Zabaleta, Javier Pinola, Vangioni, Demichelis, Augusto Fernández, Erik Lamela, Lautaro Acosta, Ángel Correa, Gonzalo Higuaín e Ezequiel Lavezzi.

Selecionador da Argentina: Tata Martino.

08:00 – O Chile e a Argentina voltam a defrontar-se depois de se terem encontrado na final da Copa América que se realizou no verão de 2015.

A Argentina regressa ao local onde perdeu no verão passado a Copa América. O Chile derrotou a seleção alviceleste nas grandes penalidades por 4-1 após se ter registado um empate a zero, conquistando assim pela primeira vez a competição. No entanto, a história agora é outra e o que agora está em jogo é o apuramento para o Mundial de 2018 que se vai realizar na Rússia.

As duas seleções, ao cabo de quatro jogos realizados, não estão bem classificadas para garantir o apuramento direto para o Rússia 2018. A seleção chilena ocupa a 5.ª posição (posição que garante o playoff de apuramento) com 7 pontos fruto de duas vitórias, um empate e uma derrota (7 golos marcados e 7 sofridos). Já a seleção alviceleste está na 6.ª posição, fora dos lugares de acesso ao Mundial, com 5 pontos, fruto de uma vitória, dois empates e uma derrota (2 golos marcados e 3 sofridos). #Futebol #Directo