O SL Benfica foi afastado da Liga dos Campeões depois do empate com o Bayern de Munique na segunda mão nos quartos de final. O jogo, que se realizou esta quarta-feira, acabou com o resultado final 2- 2, com a equipa portuguesa a perder o seu lugar na Champions League em casa, depois da derrota por 1-0 na primeira mão, em Munique.

O jogo começou com o Glorioso a ganhar na primeira parte. Ao minuto 28 dá-se um golo que não era nada esperado por parte da águia, quando Raúl Jimenez apareceu no meio de vários marcadores do Bayern e conseguiu marcar o primeiro golo da partida. 

Jimenez bem tentou, mas não foi bem sucedido ao tentar marcar o 2-0 aos 37 minutos. Este golo teria colocado os encarnados em vantagem na eliminatória pela primeira vez e poderia ter feito muita diferença no resultado final do jogo e no destino do #Benfica na Liga dos Campeões. 

Contudo, ainda antes do intervalo, o chileno Vidal, do Bayern de Munique, conseguiu empatar o jogo e colocar de novo os bávaros em vantagem. Desta vez, com a vantagem do golo marcado "fora de casa", o Benfica precisaria de marcar 2 golos e não sofrer nenhum para chegar às meias-finais.

Na segunda parte, os jogadores do Benfica voltaram prontos para mudar o resultado, mas foi a equipa adversária que conseguiu marcar, fazendo o 2-1, marcado por Muller. A forma como foi executado o golo deixou perplexo quem estava a assistir, revelando, talvez, falta de atenção por parte da equipa portuguesa.

No entanto, do lado do Bayern, o treinador Guardiola não podia estar mais feliz, sabendo que os encarnados precisariam agora de 3 golos. E tudo parecia acontecer a favor dos jogadores do Bayern quando Ederson conseguiu travar que o terceiro golo fosse marcado. 

Benfica lutou até ao fim

Contudo, aos 76m, Talisca marcou na sequência de uma falta, fazendo assim o 2-2 e aumentando a esperança de quem via o jogo e sofria pelo Benfica. Todavia, este foi o último golo da partida, deixando assim o SLB de fora da corrida. Em todo o caso, o Bayern Munique atingiu as meias-finais pela quinta vez consecutiva e é claramente um dos favoritos a ser campeão este ano. 

Este pode não ter sido o melhor desempenho do Benfica (tendo em conta que os alemães tiveram 66% de posse de bola) mas os adeptos do clube não deixaram de mostrar, além do orgulho pela performance contra um grande clube europeu, a paixão pelo vermelho e branco. Muitas pessoas saíram da partida lamentando a derrota, mas a gritar que "o Glorioso é o maior" e que não será esta derrota a impedir outras vitórias que ainda estão por vir.