Diogo Gomes, de 20 anos, jogador do V. Guimarães que nesta época estava a jogar pela Oliveirense, faleceu num despiste de automóvel. O acidente aconteceu no sábado, 23 de Abril, na estrada que liga a cidade-berço a Fafe. De acordo com o Correio da Manhã, o seu automóvel caiu numa ribanceira, capotou e embateu violentamente numa árvore, na circular urbana de Guimarães, na freguesia de Azurém.

O jogador, que era natural do Porto, conduzia um Ford Fiesta e seguia sozinho dentro do veículo. O despiste aconteceu entre a saída da Universidade do Minho e o nó de São Torcato. As autoridades ainda não conseguiram identificar as causas do acidente, por isso foi aberta uma investigação.

No local do acidente compareceram os Bombeiros Voluntários de Guimarães, que foram alertados às 14h10, de acordo com Bento Marques, o comandante da corporação.

Vários meios de emergência estiveram no local para socorrer o jovem futebolista, que acabou por ser declarado morto no local. Depois de ter sido declarado o óbito pelas equipas médicas, o corpo de Diogo foi transportado para o Instituto de Medicina Legal do Hospital de Guimarães para ser autopsiado. Não se sabe ainda quando é que a cerimónia fúnebre vai acontecer.

No domingo, 24 de Abril, foi prestada uma homenagem a Diogo Gomes no jogo entre o Vitória de Guimarães e o Estoril, em que os seus colegas levaram o nome do médio nas camisolas. A partida parou no minuto 31 (número da camisola que Diogo usava) para prestarem a homenagem, que ficou assinalada com um minuto de palmas. 

Esta era a primeira época do jovem no Vitória de Guimarães, uma vez que assinou contrato em Junho de 2015. Este contrato assegurava ao jogador três temporadas. Diogo Gomes assinou o contrato com a equipa depois de jogar nos Juniores do Leixões, onde se destacara ao serviço da equipa B, embora não tivesse participado em jogos oficiais.

Gomes foi emprestado à Associação Desportiva Oliveirense, que compete no campeonato de Portugal, equipa que representava antes do seu trágico despiste.

Antes de ter sido transferido para o clube minhoto, Diogo Gomes tinha feito a sua formação no Leixões, Boavista e Pasteleira, sendo que também tinha sido chamado para estágios de observação da selecção nacional.  #Acidente Rodoviário #Primeira Liga Portuguesa