O Boavista anunciou nesta quarta-feira, dia 18 de Maio, a renovação do contrato com o treinador boliviano Erwin Sanchez, técnico que assegurou a manutenção da equipa na #Primeira Liga Portuguesa e que deu aos "axadrezados" a necessária tranquilidade numa época algo atribulada, em que o Boavista chegou a enfrentar a ameaça de descida. 

De acordo com a publicação feita na página oficial de Facebook do Boavista, o contrato foi renovado "para a época desportiva 2016/2017" e com Erwin Sanchez "manter-se-á em funções toda a equipa técnica" que o acompanhou durante a época que terminou. Não são adiantados mais detalhes sobre este acordo, mas o Boavista garante que esta renovação "insere-se num projecto global cujas linhas mestras foram anunciadas recentemente em Comunicado da Boavista, SAD, de que serão nas próximas semanas fornecidas mais informações". 

 

Assegurada a manutenção e concluído o acordo com a Federação Portuguesa de Futebol que pôs fim aos processos judiciais relacionados com a descida de divisão na temporada 2007/08, no âmbito do processo "Apito Final", o clube do Bessa parece ter conseguido alcançar finalmente a desejada estabilidade, após anos conturbados. 

Sanchez, que assumiu o comando técnico da equipa no final do ano passado, após a saída de Petit na sequência de uma série de maus resultados, conseguiu motivar o plantel, unir os adeptos e garantir a permanência a duas jornadas do fim, num campeonato em que a luta pela manutenção foi discutida até ao último minuto. Acarinhado pela massa associativa desde os seus tempos de jogador, o boliviano já tinha manifestado a sua vontade em permanecer no Bessa, desejo que foi agora concretizado.

Curiosamente, esta renovação é anunciada no dia em que se comemoram 15 anos sobre a conquista do título nacional: a 18 de Maio de 2001, uma vitória por 3-0 sobre o Desportivo das Aves deu aos "axadrezados" o primeiro título de campeão no principal escalão do futebol português. O Boavista entrava assim para um grupo restrito de clubes, onde estavam apenas os "três grandes" e o Belenenses. 

Este aniversário foi assinalado com uma declaração do presidente do clube, João Loureiro, que destaca a importância deste momento, não só para a instituição, "mas também para o Futebol Nacional, pelo importante simbolismo, que a alguns ainda hoje lamentavelmente custa reconhecer, de um Clube como o Boavista conquistar o máximo Título do Futebol Nacional". Sanchez fez parte do plantel que venceu esse campeonato e parece disposto a deixar novamente a sua marca no Bessa, agora como treinador. 

 

Recorde aqui o título do Boavista: