A vitória do SC Braga na Taça de Portugal 2015-16 (os bracarenses estão de parabéns) acentua a tendência de maior equilíbrio que é inerente à "Prova Rainha" e que temos visto nos últimos anos. Depois da sequência de 3 vitórias consecutivas do FC Porto, este é o 5º vencedor diferente em 5 temporadas. E destes 5 vencedores, os portistas não "repetiram a dose", o que significa que surgiram 3 vencedores não estarolas. Vejamos outros factos estatísticos sobre a Taça.

Finais com um clube não estarola: 48

De forma talvez surpreendente, apenas 29% das finais da Taça (menos de um terço) incluíram 2 clubes estarolas. Naturalmente, o formato eliminatório da competição favorece os encontros decisivos antes da final e também a aplicação do provérbio "as finais não se jogam, ganham-se". O certo é que desde 2008 que não se verifica uma final entre 2 estarolas (Sporting CP-FC Porto, com vitória dos leões.)

Uma situação que contrasta com os 30 pontos de distância a que o Braga ficou do líder nesta época, os 27 pontos na época passada (em que o Braga foi também o melhor dos restantes) e os 20 pontos da época 2013-14 (em que o Estoril o 4.º classificado.)

Vitória de um clube local sobre um estarola: 13

Nas 48 finais da Taça discutidas entre um clube estarola e um clube local, os clubes locais venceram em 27% das ocasiões. Apesar das finais serem para ganhar, o certo é que o habitual poderio estarola, geralmente, acaba por aplicar-se. Até por aqui se constata o recente equilíbrio; afinal, destas 13 vitórias, 3 aconteceram nos últimos 5 anos (Académica sobre o Sporting CP, em 2012, e V. Guimarães sobre o SL Benfica, em 2013). Antes disso, as vitórias mais recentes de um clube local sobre um estarola na final da Taça foram do Vitória de Setúbal (SL Benfica, 2005) e do Boavista (SL Benfica, 1997).

Finais com ambos os clubes não estarolas: 6

Este é que é um acontecimento notavelmente raro, representando apenas 8% do total de finais. A última final, curiosamente, foi disputada entre dois clubes agora afastados das competições profissionais: o Beira-Mar e o Campomaiorense, em 1999, com vitória dos aveirenses.

Vitórias não estarolas: 19

Deste modo, a vitória do SC Braga faz com que exactamente 25% das 76 edições da Taça tenham sido vencidas por um clube local. Neste particular, o Boavista segue "destacado" com 5 vitórias, seguido de Belenenses e Vitória de Setúbal com 3, SC Braga e Académica com 2, e Vitória de Guimarães, Beira-Mar, Leixões e Estrela da Amadora, com 1. #Taça de Portugal