90' - Final do jogo em Londres, Portugal perde por 1-0, num jogo em que mostrou uma atitude, mas em que a expulsão precoce de Bruno Alves deitou tudo a perder. É inadmissível a este nível uma expulsão assim, que veio a condicionar todo o jogo de Portugal. Fora isso, a equipa bateu-se bem e deu mostras de continuar a boa forma evidenciada frente à Noruega.

90' - William Carvalho podia ter empatado. Num canto cabeceou sozinho por cima.

89' - Substituição na Inglaterra: sai Alli, entra Henderson.

89' - Substituição na #Selecção Nacional: sai Ricardo Carvalho, entra Éder.

86' - Golo da Inglaterra, 1-0, marcou Smalling. Portugal aguentou muito, mas já não deu mais. Cruzamento de Sterling para a área e Smalling a erguer-se e a cabecear para o fundo da baliza de Rui Patrício. Está feito.

85' - Quaresma, com um trabalho individual exemplar, a levar muito perigo junto da baliza de Inglaterra.

84' - Perigo para a Inglaterra. Uma má receção de André Gomes coloca Portugal em xeque mas Sturridge não tem a melhor decisão. A bola fica nos braços do guardião português.

83' - Excelente jogo de Portugal do ponto de vista defensivo. Expulsão de Bruno Alves obrigou equipa a recuar, uma missão, para já, bem sucedida.

78' - Dupla substituição na Inglaterra: entram Sturridge e Lallana; saem Kane e Rooney.

76' - Amarelo para Danilo Pereira.

72' - Dupla substituição de Portugal. Entram Renato Sanches e William Carvalho, para os lugares de João Moutinho e Adrien Silva.

68' - Ricardo Carvalho com um corte providencial a evitar uma jogada de perigo da Inglaterra.

67' - Roy Hodgson (Inglaterra) faz a sua primeira substituição, com Sterling a entrar para o lugar de Vardy.

64' - Falta perigosa para Inglaterra. André Gomes derruba Kyle Walker, na face lateral da área, praticamente em cima da linha.

61' - Entra Quaresma para o lugar de Nani.

57' - André Gomes a exagerar no lance individual ! "Timing" correcto na penetração na grande-área mas, depois, sem apoio, aposto na individualidade ao invés de recuar e tentar procurar uma outra linha de passe. Mas boa iniciativa, ainda assim.

53' - Choque algo violento entre Danilo Pereira e Vardy.

49' - Tal como tinha acontecido no início do jogo, Portugal a entrar bem novamente nesta etapa complementar, a ter muita bola e a procurar empurrar a Inglaterra para o seu último reduto defensivo. Notável, para quem joga com menos uma unidade.

45' - Recomeça o jogo. André Gomes entra para o lugar de João Mário.

45' - Intervalo em Londres. Portugal entrou melhor no jogo, a ter mais bola e a procurar chegar com perigo junto da baliza de Hart. No entanto, paulatinamente a Inglaterra foi crescendo no jogo, e a expulsão de Bruno Alves, por pura infantilidade, aumentou os problemas para Portugal. Vamos ver o que nos reserva a etapa complementar.

43' - Cartão amarelo para Gary Cahill (Inglaterra). Falta sobre Nani a travar o contra-ataque.

40' - Tudo muito mais complicado para Portugal, depois da atitude infantil e inesperada de Bruno Alves.

39' - "Encaixa" Rui Patrício! Transição rápida da Inglaterra, com Rooney, qual "10", a desmarcar Harry Kane. O avançado do Tottenham remata rasteiro e com assertividade mas a bola sai à figura do titular da baliza lusa.

38' - Substituição na Selecção Nacional: sai Rafa Silva, entra José Fonte. Volta tudo à fórmula normal, na medida do possível.

35' - Cartão vermelho para Bruno Alves. Entrada violentíssima sobre Harry Kane. O inglês disputa a bola com a cabeça e o central salta ao ponto de atingir o adversário com o pé direito. Inacreditável. Atitude infantil, irresponsável e inaceitável!

35' - Bom desenho do ataque da Selecção! Vieirinha, Nani, Adrien Silva, Moutinho, Eliseu, com o açoriano a cruzar e Adrien, num excelente movimento entrelinhas, cabeceia a meias com a cabeça e ombro e a bola sai ao lado da baliza inglesa.

32' - Que perigo para a Inglaterra. Kyle Walker atira de longe, fora da área e a bola sai ligeiramente ao lado do poste esquerdo da baliza de Rui Patrício.

28' - Ricardo Carvalho a criar perigo. Livre lateral de Moutinho, à direita, com a bola a viajar para uma zona nevrálgica e altamente povoada na área da Inglaterra. O veterano central acerta bem na bola mas esta sai por cima.

23' - Cruzamento de Walker, à direita, com o avançado do Manchester United Rooney a cabecear já sem grande ângulo. "Encaixa" o guardião luso.

22' - A Inglaterra conseguiu anular o bom início de jogo de Portugal e neste momento assistimos a um  jogo equilibrado, sem domínio de nenhuma das equipas. Isto promete.

19' - Nani precipita-se e remata de primeira, num lance em que procurou explorar o adiantamento de Joe Hart.

18' - Portugal tenta entrar na área inglesa, em velocidade. Rafa Silva, em boa iniciativa individual, deixa a bola escapar. Recolhe Joe Hart.

15' - Portugal continua a ter muitas percas de bola na fase da sua transição para o ataque.

12' - Erro monumental de Eliseu, que perde a bola em zona proibida. O ataque inglês ainda obriga Rui Patrício a uma excelente defesa, mas o avançado já estava em fora-de-jogo. Fica um sinal de perigo.

8' - Sem nenhuma das equipas ter já criado perigo, nota-se claramente uma diferença de estratégia. A Inglaterra a optar por um #Futebol mais #Directo, pouco trabalhado, em claro contraste com o futebol apoiado e de pé para pé de Portugal.

5' - Portugal com mais bola neste início de jogo em Londres.

19:45 - Começa o jogo. Bola para Portugal.

19:34 - A frente do ataque português deverá ficar entregue a Nani e Rafa.

19:02 - O árbitro do encontro é o italiano Marco Guida, de 34 anos.

19:00 - Já são conhecidos os onzes das duas equipas. A Inglaterra vai alinhar com Hart; Kyle Walker, Cahill, Smalling, Rose; Eric Dier e Milner; Alli, Rooney, Kane e Vardy. Já Portugal, por sua vez, vai alinhar com Rui Patrício; Vieirinha, Ricardo Carvalho, Bruno Alves e Eliseu; Danilo, João Moutinho e Adrien; João Mário, Rafa e Nani.

Depois de ter vencido no Dragão a equipa da Noruega por 3-0, Portugal desloca-se esta quinta-feira a Londres, para no mítico estádio de Wembley defrontar a Inglaterra em mais um jogo de preparação para o Euro 2016, num jogo que Fernando Santos ainda não contará com a estrela da selecção, Cristiano Ronaldo.

Na antevisão do jogo, Fernando Santos, começou por explicar que a ausência de Cristiano Ronaldo é normal, visto ele ter participado na final da Liga dos Campeões e como tal estar ainda a descansar alguns dias, depois de uma desgastante época. Depois, e entre muitos elogios ao adversário, o técnico luso tratou de abordar mais detalhadamente o jogo, afirmando que este surge num contexto natural de preparação para o Euro, procurando defrontar equipas cada vez mais fortes e que obriguem a equipa a testar diferentes jogadores e modelos, de forma a "afinar a máquina". 

O técnico procurou ainda por para segundo plano a questão do onze e se este já poderá dar indicações sobre o 11 base a utilizar no Euro 2016. Estão assim lançados os dados para este jogo. Voltamos cerca das 19:30, para lhe darmos conta dos onzes das duas equipas.