Resumo do jogo

Goleada “das antigas” imposta pelo Brasil ao Haiti num jogo onde o resultado até poderia ter sido mais dilatado. Phillipe Coutinho foi a grande figura do jogo ao ter apontado um hat-trick, os golos aconteceram aos 14, 29 e 92 minutos, Renato Augusto bisou na partida aos 35 e aos 86 minutos e houve ainda tempo para dois jogadores que entraram na 2.ª parte marcarem, Gabriel marcou aos 59 minutos e Lucas Limas aos 67 minutos. O Haiti ainda fez o seu “tento de honra” por intermédio de Marcelin aos 70 minutos.

Final do jogo. Brasil, 7 – Haiti, 1

90+2' - GOLO DO BRASIL! Phillipe Coutinho faz o seu hat-trick com um grande remate de meia-distância.

90+1' - Jérôme bate um livre direto para defesa difícil de Alisson.

90' - Dois minutos de tempo de compensação.

87' - Gabriel é bem desmarcado por Willian, mas Placide antecipa-se e corta a bola.

86' - GOLO DO BRASIL! Renato Augusto bisa na partida com um remate rasteiro.

83' - Renato Augusto remata por cima quando estava em posição frontal à baliza e sem marcação.

82' - Substituição no Haiti. Sai Alcénat, entra Maurice. O Haiti esgota as substituições.

80' - Lucas Lima obriga Placide a mais uma grande defesa.

79' - Grande defesa de Placide a negar o golo a Willian!

77' - Remate de Phillipe Coutinho fraco e ao lado.

72' - Substituição no Brasil. Sai Elias, entra Walace. O Brasil esgota as substituições.

71' - Mais uma grande ocasião para o 6-1, Gabriel permite a defesa de Placide.

70' - GOLO DO HAITI! Desatenção na defesa brasileira bem aproveitada por Marcelin!

69' - Quase o 6-0! Gabriel tinha tudo para marcar, mas preferiu assistir Phillipe Coutinho, a bola acabou por ser cortada pela defesa do Haiti.

67' - GOLO DO BRASIL! Cruzamento certeiro de Daniel Alves para a cabeça de Lucas Limas que amplia para 5-0.

66' - Livre direto batido por Daniel Alves sem qualquer perigo.

62' - Substituição no Haiti. Sai Jean Alexandre, entra Hilaire.

62' - Substituição no Brasil. Sai Casemiro, entra Lucas Lima.

59' - GOLO DO BRASIL! Marca Gabriel através de um remate cruzado sem hipóteses de defesa para Placide.

54' - Daniel Alves desmarca-se bem, mas Placide antecipa-se e agarra a bola.

51' - Nazon tenta marcar de longe, mas a bola acaba por sair ao lado da baliza.

51' - Substituição no Haiti. Sai Belford, entra Nazon.

49' - Remate cruzado de Willian, a bola passa perto da baliza.

46' - Substituição no Brasil. Sai Jonas, entra Gabriel.

Início da segunda parte. Sai o Haiti com a bola.

As equipas reentram em campo! Tudo a postos para o início da segunda parte.

Resumo da primeira parte

Vitória tranquila do Brasil até ao momento que até poderia ser mais dilatada dado o elevado número de oportunidades que teve para marcar. A figura desta primeira parte é Phillipe Coutinho que marcou dois golos, aos 14 e aos 29 minutos, Renato Augusto fez o 3-0 aos 35 minutos.

Intervalo na partida. Brasil, 3 – Haiti, 0

45' - Cruzamento perigoso de Filipe Luis bem defendido por Placide.

41' - Remate perigoso de Louis a obrigar Alisson a defesa difícil.

39' - Willian aparece solto, mas o passe para Jonas não saiu bem e perdeu-se assim uma grande oportunidade para ser feito o 4-0.

38' - Cartão amarelo para Casemiro por falta sobre Louis.

35' - GOLO DO BRASIL! Marca Renato Augusto de cabeça após uma má reposição do guarda-redes Placide, Daniel Alves fez o cruzamento.

34' - Elias aparece a cruzar para Jonas, mas a bola é desviada para pontapé de canto.

32' - Quase o 3.º golo do Brasil! Grande jogada de Willian a passar para Phillipe Coutinho, a bola seguiu para Jonas, mas Placide defendeu e evitou o 3-0.

29' - GOLO DO BRASIL! Jonas assiste Phillipe Coutinho que só teve de empurrar a bola para a baliza deserta, é o seu 2.º golo no jogo e o 2.º do Brasil.

25' - Cartão amarelo para Goreux por falta sobre Coutinho.

24' - O Haiti tenta o ataque, Casemiro corta bem o lance.

23' - Renato Augusto aparece isolado, mas não consegue dominar a bola e o lance acaba por se perder.

21' - Gil aparece solto a cabecear na grande área do Haiti, mas a bola sai por cima da barra.

14' - GOLO DO BRASIL! Grande jogada individual de Phillipe Coutinho concluída com um remate potente sem hipóteses de defesa para Placide.

7' - Remate perigoso de Casemiro desviado para pontapé de canto.

6' - Remate de Phillipe Coutinho à figura de Placide.

3' - Willian bate o livre por cima da baliza.

2' - Phillipe Coutinho é derrubado à entrada da área por Genevois, livre perigoso para o Brasil.

00:35 - Início da primeira parte. Sai o Brasil com a bola.

00:29 - As equipas já estão em campo, vamos já de seguida ouvir os hinos das duas Seleções.

00:00 - Onze inicial e suplentes do Brasil

Onze inicial: Alisson Becker (GR), Daniel Alves, Marquinhos, Gil, Filipe Luís, Casemiro, Elias, Willian, Renato Augusto, Phillipe Coutinho e Jonas.

Suplentes: Marcelo Grohe (GR), Diego Alves (GR), Fabinho, Rodrigo Caio, Douglas Santos, Walace, Lucas Lima, Ganso, Hulk, Gabriel e Lucas.

Selecionador do Brasil: Dunga.

00:00 - Onze inicial e suplentes do Haiti

Onze inicial: Placide (GR), Alcénat, Goreux, Genevois, Mechack Jérôme, Jaggy, Jean Alexandre, Lafrance, Marcelin, Jeff Louis e Belfort.

Suplentes: Odelus (GR), Ceus (GR), Lambese, Aveska, Alex Júnior, Mustivar, Hilaire, Nordé, Millien, Maurice, Nazon e Guerrier.

Selecionador do Haiti: Patrice Neveu.

16:00 – O Brasil efetua o seu segundo jogo nesta #Copa América Centenário frente ao Haiti, o jogo vai decorrer no Camping World Stadium situado em Orlando, no estado da Flórida.

A seleção canarinha entra novamente em campo na Copa América e vai tentar limpar a má imagem deixada no jogo frente ao Equador onde empatou 0-0. O Brasil é um dos candidatos a vencer a competição, mas para isso terá que vencer a seleção do Haiti para continuar a sonhar com o troféu. O Haiti deixou uma boa impressão no jogo frente ao Peru apesar da derrota por 0-1, um resultado que deixou a seleção peruana isolada na liderança do Grupo B com três pontos.

O confronto entre estas duas seleções é o primeiro a contar para jogos oficiais, Brasil e Haiti já se tinham defrontado em duas ocasiões, mas somente em jogos de caráter particular. Nesses dois jogos, o Escrete venceu de forma folgada com vitórias por 4-0 em 1974 e por 6-0 em 2004.

Relembramos que esta madrugada decorre também o outro jogo deste grupo entre o Peru e o Equador.