A época 2016/2017 já começa a ser planeada. Vários clubes da Primeira Liga vão mudar de treinador. No total, são já 9 as alterações registadas. Saiba aqui todas as transferências que já ocorreram ou que estão prestes a acontecer.

Sérgio Conceição chegou a Guimarães em outubro da época passada. Sete meses depois, o treinador está de saída. Para o seu lugar foi contratado Pedro Martins, o técnico que levou nesta época o Rio Ave às competições europeias. Para a equipa de Vila do Conde entrou Capucho, 44 anos, que deixou o Varzim da II Liga e estreia-se na principal divisão portuguesa como técnico.

No Moreirense, Miguel Leal está de saída e para o seu lugar foi contratado Pepa. O jovem treinador de 35 anos, que apesar de ter sido despedido a 7 jornadas do fim da competição ajudou o Feirense a subir à Primeira Liga, vai ter a primeira experiência no principal escalão.

O recém-promovido Desportivo de Chaves queria manter Vítor Oliveira, mas o mestre das subidas decidiu rumar ao Portimonense da II Liga. O clube flaviense contratou assim Jorge Simão, treinador que terminou a sua ligação ao Paços de Ferreira. No clube da capital do móvel, o treinador que se segue é mais um estreante na I Liga. Trata-se de Carlos Pinto, de 43 anos, que na última temporada orientou na II liga o Freamunde e o Santa Clara. 

Paulo Fonseca tinha 3 anos de contrato com o Sporting de Braga, mas logo no primeiro ano as excelentes prestações da sua equipa (que culminaram com a conquista da Taça de Portugal), chamaram a atenção de vários clubes estrangeiros. O gigante clube ucraniano Shakhtar Donetsk ganhou a corrida e contratou o treinador. Embora as negociações ainda não estejam fechadas, tudo parece indicar que o basco Lopetegui deve assinar pelo clube minhoto. A confirmar-se, será um regresso surpreendente de um treinador que deixou o FC Porto em janeiro deste ano, não tendo conquistado qualquer título durante uma temporada e meia no Dragão.

Nelo Vingada chegou ao Marítimo na segunda volta do campeonato, ainda foi a tempo de melhorar a prestação do clube madeirense no campeonato e de levar a equipa à final da Taça da Liga. No entanto, os últimos jogos da época, sobretudo a derrota pesada com o Benfica na final da Taça da Liga, ditaram o despedimento do treinador. Quem lhe sucede é o brasileiro de 54 anos Paulo César Gusmão, que esteve ligado até fevereiro deste ano ao Joinville da Série B brasileira e que na sua carreira  já representou grandes clubes brasileiros como o Cruzeiro, Fluminense ou Vasco da Gama.

No Vitória de Setúbal, Quim Machado fez uma primeira volta de campeonato muito positiva. No entanto, a segunda metade de temporada 2015/2016 não correu bem. Como tal, foi agora despedido e para o seu lugar chega José Couceiro, que já tinha passado duas vezes pela equipa do Sado.  

No Futebol Clube do Porto, José Peseiro foi demitido 4 meses depois de ter assinado. Terminou o campeonato em 3º lugar, a grande distância dos rivais, foi eliminado da Liga Europa e perdeu a final da Taça de Portugal. Não existiam condições para continuar. Nuno Espírito Santo é o homem que se segue no Dragão. O treinador de 42 anos, que já comandou o Rio Ave e o Valência, dá assim mais um passo importante na sua carreira. #F.C.Porto #Primeira Liga Portuguesa #Mercado de Transferências