Desde o final da temporada, quando que se sagrou campeão francês e conquistou uma Taça de França com o Paris Saint-Germain, Zlatan Ibrahimovic manteve em segredo qual seria o seu destino na próxima época, mas o suspense acabou. O sueco revelou, nesta quinta-feira (30 de Junho), através das suas redes sociais, que irá representar o Manchester United na próxima temporada, equipa que é agora liderada pelo técnico português #José Mourinho.

“Hora de deixar o mundo saber. O meu próximo destino é o Manchester United”, escreveu o futebolista nas redes sociais, sem indicar qualquer outro pormenor sobre o contrato.

Após quatro anos ao serviço do clube parisiense, Ibrahimovic terminou o vínculo com a equipa no final desta época e logo desde o início revelou que iria deixar Paris, sendo que o destino ficou sempre em segredo, dando asas a muita especulação. No entanto, apesar de uma muito falada ida para a Major League Soccer (MLS), nos Estados Unidos, o futebolista escolheu o clube inglês como próxima paragem – uma liga onde nunca tinha jogado.

Sendo assim, este irá ser o reencontro de Ibrahimovic com José Mourinho. Recorde-se que os dois estiveram juntos em Itália, na época 2008/09, quando o técnico luso treinava o Inter, sendo que ambos têm uma boa relação - recentemente o sueco teceu largos elogios ao special one, alimentando a especulação de que iria vestir a camisola dos Red Devils.

No seu currículo Zlatan tem passagens, além do PSG, pelo AC Milan, FC Barcelona, Inter Milão, Juventus, Ajax e Malmö – onde começou a sua carreira -, sendo que venceu, entre outros títulos, quatro ligas de França (PSG), outras tantas de Itália - três com o Inter e uma com o Milan -, uma de Espanha (Barcelona) e outra da Holanda (Ajax).

De recordar que o internacional sueco, de 34 anos, anunciou também durante este mês a sua retirada da seleção da Suécia, tendo disputado o seu último jogo na fase de grupos do Campeonato Europeu de 2016, em França, contra a Bélgica – partida que perdeu por 1-0 – na despedida da sua equipa da competição.

#Premier League #Mercado de Transferências