A notícia da retirada de Lionel Messi da seleção argentina, após a derrota na final da Copa América Centenário com o Chile (4-2 após grandes penalidades), chocou o mundo do futebol, mas as mensagens para que volte atrás na sua decisão não tardaram a chegar.

O primeiro a manifestar-se foi o presidente da Argentina, Mauricio Macri que, ao que tudo indica, terá ligado no dia seguinte à final ao jogador do Barcelona para lhe pedir que continue a representar a seleção.

Segundo uma fonte da agência AFP, Macri terá dito a Messi que estava muito orgulhoso do desempenho que a Argentina teve na competição e pediu-lhe para não ligar às críticas.

Seguiu-se Diego Maradona. O ex-futebolista argentino, que tinha afirmado que #Lionel Messi não tinha personalidade de líder para a seleção albiceleste, saiu em defesa do futebolista blaugrana e apelou para que este volte atrás na decisão.

"Deixaram Messi sozinho e eu não o quero fazer. Por isso, quero falar com ele… Para lutar contra todos os que o deixaram sozinho, do primeiro ao último dirigente, de Segura (presidente da Federação Argentina de Futebol - AFA) a Verón, o que seja. Para mim esta declaração de Leo serviu para mostrar todos os desastres que há no futebol argentino", defendeu a lenda do futebol mundial ao La Nacion.

Maradona defendeu ainda que os dirigentes da AFA tinham mandado Messi dizer algo para os salvar, de modo a que falassem do argentino e não deles, destacando: "Fomos um desastre e deixaram-no sozinho".

O antigo futebolista terminou a defender que La Pulga tem de continuar na seleção, já que pode chegar ao Mundial 2018, na Rússia, em condições de ser campeão do mundo, destacando que é necessário apoiar os restantes companheiros de equipa, que podem ajudar Messi a levar a equipa em frente, e deixar de lado aqueles que apoiam a saída do astro argentino da seleção.   

De recordar que Lionel Messi, de 29 anos, fez 113 jogos como internacional argentino, tendo marcado 55 golos. Apesar de não ter conseguido conquistar um título pela seleção principal da Argentina, o jogador do Barcelona conta com um Mundial de sub-20, em 2005, e uns Jogos Olímpicos, em 2009. #F.C. Barcelona #Copa América