Desde que Tite chegou, a seleção brasileira não sabe o que é perder. Quatro vitórias em quatro jogos é o atual registo do selecionador brasileiro. Com Neymar de fora por castigo, o #Brasil venceu esta terça-feira na Venezuela por 2-0 e aproveitou o empate do Uruguai frente à Colômbia a duas bolas, para assumir a liderança isolada do grupo de apuramento para o Mundial de 2018 correspondente à CONMEBOL.

O Brasil tem agora 21 pontos, contra 20 do Uruguai e 17 do Equador e da Colômbia, ficando assim completo o quadro de equipas que estão nos quatro primeiros lugares que dão acesso direto ao Mundial. A Argentina segue no quinto lugar, com apenas 16 pontos, que dá acesso a um play-off com o vencedor da Oceânia. Fora dos lugares de acesso ao Mundial seguem as restantes seleções: o Paraguai com 15 pontos, o Chile com 14 pontos, Peru e Bolívia com 8 pontos e a Venezuela com 2 pontos.

Indo diretamente ao jogo, a seleção canarinha viu-se cedo em vantagem no marcador. Gabriel Jesus, aos 8 minutos, fez o 0-1 aproveitando da melhor forma um “brinde” do guarda-redes venezuelano Dani Hernández que, ao aliviar a bola, colocou-a diretamente nos pés do avançado brasileiro. A classe de Gabriel Jesus fez o resto, com um chapéu monumental a deixar Dani Hernández pregado ao chão.

Na segunda parte, aos 53 minutos, Willian fechou o marcador, a emendar praticamente em posição frontal à baliza um cruzamento bem medido de Renato Augusto. A vitória do Brasil nunca esteve em causa; a equipa orientada por Tite fez um jogo tranquilo e até poderia ter tido um resultado mais volumoso.

A grande surpresa desta jornada da CONMEBOL foi a derrota da Argentina, perante o seu público ,frente ao Paraguai por 0-1. Nesta dupla jornada, e sem Lionel Messi em campo, os argentinos conquistaram apenas um ponto. Nos outros dois jogos desta madrugada de 12 de outubro, Bolívia e Equador empataram a duas bolas e o Chile venceu em casa o Peru por 2-1. Na próxima ronda, que se realiza a 7 de novembro, o Brasil defronta o seu “velho rival” e vizinho, a Argentina. #Mundial 2018