A revista "France Football" divulgou esta segunda-feira (24 de outubro) a lista final dos jogadores nomeados para o prémio da "#Bola de Ouro". Entre os 30 nomeados, o destaque vai para os três jogadores portugueses presentes na lista. Rui Patrício, Pepe e Cristiano Ronaldo são os representantes da selecção que se sagrou campeã da Europa.

E se #Cristiano Ronaldo é presença habitual nesta lista, Rui Patrício e Pepe fazem a estreia. O guarda-redes do Sporting quebra mesmo um jejum de 12 anos sem a presença de jogadores da Liga Portuguesa nesta lista. A última vez foi em 2004, quando Deco, Ricardo Carvalho e Maniche, campeões europeus pelo FC Porto, viram os seus nomes na lista final do prémio que acabou por ser ganho por Shevchenko, avançado do AC Milan.

Destaque também para a presença de dois jogadores do campeão inglês, Leicester City: Mahrez e Vardy. A lista completa dos 30 finalistas para a "Bola de Ouro" é a seguinte:

  • Sergio Agüero (Man. City/ Argentina),
  • Pierre Emerick-Aubameyang (B. Dortmund/ Gabão),
  • Gareth Bale (Real Madrid/ País de Gales),
  • Gianluigi Buffon (Juventus/ Itália),
  • Cristiano Ronaldo (Real Madrid/Portugal),
  • Kevin de Bruyne (Man. City/Bélgica),
  • Paulo Dybala (Juventus/ Argentina),
  • Diego Godín (Atlético Madrid/ Uruguai),
  • Antoine Griezmann (Atlético Madrid/ França),
  • Gonzalo Higuaín (Juventus/ Argentina),
  • Zlatan Ibrahimovc (Man. United/ Suécia),
  • Andrés Iniesta (Barcelona/ Espanha),
  • Koke (Atlético Madrid/ Espanha),
  • Toni Kroos (Real Madrid/ Alemanha),
  • Robert Lewandowski (B. Munique/ Polónia),
  • Hugo Lloris (Tottenham/ França),
  • Riyad Mahrez (Leicester/ Argélia),
  • Lionel Messi (Barcelona/ Argentina),
  • Luka Modric (Real Madrid/ Croácia),
  • Thomas Müller (B. Munique/ Alemanha),
  • Manuel Neuer (B. Munique/ Alemanha),
  • Neymar (Barcelona/ Brasil),
  • Dimitri Payet (West Ham/ França),
  • Pepe (Real Madrid/ Portugal),
  • Paul Pogba (Man. United/ França),
  • Rui Patrício (Sporting/ Portugal),
  • Sérgio Ramos (Real Madrid/ Espanha),
  • Luis Suárez (Barcelona/ Uruguai),
  • Jamie Vardy (Leicester/ Inglaterra), e
  • Arturo Vidal (B. Munique/ Chile).

Recorde-se que este ano, a revista France Football decidiu romper com a FIFA, retomando assim a existência do antigo "Ballon d'Or", que existiu até 2009. O prémio volta a ser atribuído por um conjunto de jornalistas internacionais e que não conta com a participação dos capitães e seleccionadores das várias federações que compõem a FIFA. Antes da união dos prémios, o último ano em que houve 2 vencedores diferentes foi em 2004, quando Ronaldinho venceu o prémio "FIFA World Player of the Year" e Schevchenko a Bola de Ouro. 

Messi: a perseguição de Ronaldo continua

No caso da disputa muito particular entre Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, o facto de ambos terem acumulado os dois prémios ("FIFA World Player of the Year" e Ballon d' Or) no mesmo ano, com o português a arrecadá-lo em 2008 e o argentino em 2009, simplifica as "contas" sobre qual dos dois é o mais titulado. Em todo o caso, relativamente à Bola de Ouro, e tendo em conta que tanto a FIFA como a France Football consideram válidas as atribuições para os anos em que os dois prémios estiveram agregados, considera-se que Messi venceu a Bola de Ouro em 5 ocasiões (2009 a 2012, e 2015) e Ronaldo em 3 (2008, 2013 e 2014). 

A atribuição do prémio a Cristiano Ronaldo colocará, portanto, este "placard" em 5-4. A data de atribuição do prémio ainda não foi anunciada, mas deverá ser em dezembro, antes do fim do ano.