Na passada sexta-feira, 24 de Fevereiro, jogou-se no Estádio da Luz o encontro relativo à 23.ª jornada da Liga Portuguesa de futebol, com o Benfica a receber a equipa de Trás-os-Montes, o Desportivo de Chaves. Já se esperava um encontro difícil para os encarnados, que entraram a todo o gás na procura do golo. Logo no primeiro minuto, Pizzi deixou um aviso aos flavienses, que durante os primeiros 30 minutos de jogo não existiram a nível ofensivo. Notou-se a falta de Fejsa, principalmente nas recuperações de bola em meio campo ofensivo. No seu lugar esteve Samaris. Ao minuto 17, Mitroglou, de cabeça, após excelente cruzamento de Nelson Semedo, coloca o #Benfica na frente do marcador. A partir da meia hora de jogo, o Chaves, em transições rápidas, foi colocando o Benfica em sentido. Aos 44 minutos, balde de água fria na Luz, com Bressan à entrada da área e solto de marcação a fazer o golo do empate - um grande golo, diga-se. Ainda antes do intervalo, o Benfica tenta chegar à vantagem mas sem sucesso.

A segunda metade apresentou um Chaves atrevido que aos 47 minutos poderia ter-se colocado em vantagem por Fábio Martins, não fosse a boa intervenção de Ederson. Dois minutos volvidos, cruzamento rasteiro de Nelson Semedo e Rafa, ao segundo poste, a colocar a equipa da casa novamente na frente do marcador. O golo madrugador do Benfica deu mais confiança à equipa e trouxe alguma intranquilidade ao Chaves. A essa confiança associou-se um desperdício de ocasiões através de Mitroglou, depois Zivkovic e Jonas, que nesta altura já estava em campo no lugar de Salvio. Aos 83 minutos, grande pontapé de fora da área de Pedro Tiba, para uma boa defesa para canto de Ederson. O Chaves procurava insistentemente o empate, mas a defensiva encarnada não permitiu que Ederson fosse importunado. Numa transição rápida do Benfica, Mitroglou mata o jogo com o terceiro da noite para o Benfica, segundo na conta pessoal, 13.° na Liga.

O Desportivo de Chaves bateu-se bem e realizou uma boa exibição, e apesar de algumas mexidas no mês de Janeiro, a equipa continua muito competente.

Destaque ainda para os mais de 53000 espectadores presentes no estádio para assistir ao jogo, numa sexta-feira às 9 da noite.

O Benfica aguarda agora o resultado do derby da Invicta, entre FC Porto e Boavista, para saber se mantém um ponto de diferença ou consegue alargar a vantagem. #Primeira Liga Portuguesa