Com 8 selecções de futebol de todo o mundo em competição, uma certeza sabemos. O prémio desta edição da Taça das Confederações, organizada pela FIFA, não vai para o campeão em título desta competição. As últimas 3 edições desta competição foram vencidas pelo Brasil, que é também detentor do maior número de Taças das Confederações.

Esta competição já está a chegar à fase final da fase de grupos, decorrendo este fim de semana a última jornada. E muitos de nós ainda não sabemos como é feito o apuramento das Selecções que participam nesta competição.

As equipas ganham o direito de participar após vencerem as maiores competições de Selecções, à excepção da equipa anfitriã, que garante automaticamente o acesso - tal como acontece, por exemplo, nos campeonatos da Europa e no Mundo.

Publicidade
Publicidade

O país organizador é a Rússia, uma vez que irá acolher o Mundial do próximo ano - a Taça serve habitualmente como "aquecimento" para o campeonato mundial do ano seguinte, e para testar os meios e condições do país organizador.

As outras 7 selecções presentes são:

  • A #Alemanha, porque venceu o Mundial de 2014;
  • A Austrália, porque venceu a Copa da Ásia de 2015;
  • O Chile, porque venceu a Copa América de 2015;
  • O México, porque venceu a Copa de Ouro do CONCACAF de 2015;
  • A Nova Zelândia, porque venceu a Copa das Nações do OFC (Oceânia) de 2016;
  • Portugal, porque venceu o Europeu de 2016;
  • E os Camarões porque venceram a Taça das Nações Africanas de 2016.

Para já, nesta fase de grupos, as selecções do México, Portugal, Chile e Alemanha são as 4 favoritas a passar à próxima fase da competição. No grupo A, os favoritos confirmaram o seu estatuto, faltando confirmar o grupo B, este domingo.

Publicidade

Grupo A: Portugal na frente

  • Portugal 7 pontos
  • México 6 pontos
  • Rússia 3 pontos
  • Nova Zelândia 0 pontos

No Grupo A, como se previa, a Nova Zelândia somou 3 derrotas (apesar de ter estado a vencer o México, ao intervalo, e por 1-0), e a Rússia não conseguiu aproveitar o factor casa para surpreender os favoritos Portugal e México, somando 2 derrotas. É muito improvável que os russos voltem a estar nesta competição proximamente, pois não são uma equipa cotada para vencer o Campeonato da Europa e terão de passar vários anos até que o país possa organizar novamente um Campeonato do Mundo. Já a Nova Zelândia, tendo como adversários na Oceânia selecções amadoras como Tonga, Samoa, Ilhas Fiji ou a Papua Nova Guiné, é forte candidata a estar presente novamente (uma vez que a Austrália joga no Campeonato Asiático.)

Já no caso de Portugal, todos sonhamos com uma nova vitória no Campeonato da Europa, ou até do Campeonato do Mundo - mas sabemos que será bem difícil, tanto como o país vir a organizar o Campeonato do Mundo; logo, é uma ocasião única e que merece ser devidamente acompanhada por todos os adeptos da Selecção.

Publicidade

Grupo B: Alemanha e Chile quase lá

  • Chile 4 pontos
  • Alemanha 4 pontos
  • Austrália 1 ponto
  • Camarões 1 ponto

O Chile e a Alemanha lideram o grupo com 4 (quatro) pontos. Já a Austrália e os Camarões têm apenas 1 ponto. Para o Chile e Alemanha, um empate chega para prosseguirem na competição. Porém, nada está decidido, e os Camarões e a Austrália, em caso de vitória, conseguem igualar os 4 pontos dos atuais primeiro e segundo classificados.

Depois da fase de grupos, cada equipa que passar jogará mais dois jogos. As meias-finais e a final, ou jogo do terceiro e quarto lugar. #Taça das Confederações #Portuga