As operações de busca e salvamento de eventuais sobreviventes do voo da Air Asia que desapareceu já foram retomadas. Existem 7 horas de diferença entre Lisboa e a zona onde se perdeu o rasto do avião, o que significa que, à hora de publicação deste artigo, já amanheceu no local e os meios envolvidos podem continuar o seu trabalho. Até ao momento não existem outras confirmações oficiais relativas ao destino ou às circunstâncias que envolveram o desaparecimento do avião. De acordo com a Rádio Renascença, Singapura ofereceu ajuda à Indonésia enviando dois navios militares e um avião C-130, também militar. A própria Indonésia inclui vários navios, 3 helicópteros e 1 avião na operação.


Neste momento, especula-se que o vôo tenha sido surpreendido pela tempestade que o piloto do avião, na última comunicação antes de se perder o contacto, pretendia evitar. Partindo da Indonésia e com destino a Singapura, o vôo de três horas encontrou, após 1 hora de trajecto, um obstáculo atmosférico que levou o piloto a pedir autorização para alterar a rota, subindo a sua altitude. O vôo transportava 162 pessoas, na sua grande maioria cidadãos indonésios.


A Air Asia foi fundada e é propriedade de Tony Fernandes, empresário malaio de ascendência remotamente portuguesa. O pai deste multimilionário é de origem goesa, e a sua mãe tem também raízes portuguesas, uma vez que pertence à pequena comunidade kristang da região de Malaca, na Malásia. Kristang significa cristão, na língua malaia, e a comunidade - descendente da presença portuguesa nesta cidade nos séculos XVI e XVII - fala até hoje um dialecto próprio, herdado do português. Tony Fernandes, que se tornou também conhecido enquanto proprietário do clube de futebol Queens Park Rangers e da equipa Caterham de Fórmula 1, mostrou-se inteiramente solidário com as vítimas e assumiu estar a viver "um pesadelo." O avião Airbus que desapareceu tinha apenas 6 anos e havia sido revisto no passado mês de Novembro, sem que se tenham encontrado falhas. A Air Asia, companhia sediada na Malásia, nunca havia tido qualquer acidente desde a sua fundação em 2001.