Depois de receber mais de 300.000 cartões de Boas Festas de todo o mundo, Addie Fausett, a menina de 6 anos que não verá outro #Natal, foi a estrela principal de um desfile de Natal, na sua vila. Foi o primeiro desfile de luzes natalícias em Fountain Green, organizado em honra da pequena Addie, a que assistiram centenas de residentes locais. "Penso que isto mudou a maneira como as pessoas veem o Natal, nesta terra," disse Nathan Beck, um dos residentes, que construiu um carro com luzes para o desfile. "Restaurou a minha fé na humanidade, ver tanta gente a solidarizar-se com esta pequena vila e esta pequena miúda."

Como convidada de honra, Addie assistiu ao desfile embrulhada num cobertor ao colo de sua Mãe, em frente ao Posto de Correios onde já foram recebidos mais de 300.000 postais de Natal, donativos e brinquedos, chegados de perto e de longe.

Publicidade
Publicidade

A população local ajudou a abrir e a desembrulhar, e a maior parte dos brinquedos foram doados a organizações de caridade locais. Esmagada por tanta generosidade vinda do mundo inteiro, a família de Addie diz agradecer a todos por ajudar a fazer deste, um Natal inesquecível.

Addie Fausett parou de crescer aos 3 anos de idade, e desde então, lentamente, a energética criança, que agora pesa pouco mais de 10 Kg, continua a lutar, mas já não consegue andar ou falar. Mesmo após muitas visitas à Neurologia do Hospital Pediátrico local, os médicos deram-lhe menos de um ano de vida, embora a sua doença continue por diagnosticar. No mês passado, a família de Addie pediu para que todos lhe enviassem postais de Boas Festas para ela pendurar nas paredes do seu quarto e tornar o seu último Natal um pouco melhor.

Publicidade

Os postais começaram a 'chover' e o Posto de Correios já teve de pedir ajuda a outros Postos vizinhos, com funcionários apenas dedicados a separar o correio para Addie.

Kevin Bright, que normalmente trabalha no Posto de Correios de uma vila vizinha, diz que é um trabalho acrescido que se faz com gosto. "Isto é um atestado do que podem fazer estranhos quando se solidarizam," disse Bright. "Todos querem fazer parte e devem sentir-se felizes por fazerem parte, pois mudaram a vida de uma menina," acrescentou. A Polícia local também ajudou, recolhendo postais para Addie, nas escolas e empresas locais, que já encheram uma roulotte. Doações irão também ajudar a tornar realidade um dos sonhos da Addie: visitar o Sea World de San Diego, Califórnia, E.U.A.